Indústria: emprego tem maior crescimento desde 2002

Resultado reverteu a queda de 5% vista em 2009

A indústria brasileira fechou 2010 com um ritmo de crescimento na criação de postos de trabalho que não se via desde 2002, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (11) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O avanço no ano passado foi de 3,4% - revertendo a queda de 5% vista em 2009.

O resultado refletiu, Segundo o IBGE, não só a recuperação gradual do emprego industrial ao longo do ano, mas também a baixa da base de comparação ? em 2009, a economia brasileira sentiu os efeitos da crise econômica internacional, e a indústria foi um dos setores que mais sentiu o impacto.

O aumento na oferta de empregos foi registrado no país todo, com destaque para São Paulo (3%). Também houve contribuições das regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Rio de Janeiro.

Na indústria paulista, os segmentos de meios de transporte e de máquinas e equipamentos foram os que mais abriram postos de trabalho. Na região Nordeste, o emprego industrial avançou principalmente nos segmentos de calçados e couro, minerais não metálicos e vestuário.

O valor da folha de pagamento acumulado no ano avançou 6,8%, revertendo a queda de 2,4% observada em 2009. O resultado refletiu a melhora em todos os 14 locais pesquisados ? também com destaque para São Paulo (5%), seguido por Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Os setores em que os salários mais se beneficiaram do bom momento da economia foram: máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações, meios de transporte, produtos de metal, indústrias extrativas e máquinas e equipamentos.

Fonte: R7, www.r7.com