Inflação do aluguel desacelera em alta para 0,46% na 2° prévia de janeiro; veja

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), utilizado para reajustar contratos de aluguel, subiu 0,46% na segunda prévia de janeiro, ante alta de 0,54% no mesmo período de dezembro, favorecido pela desaceleração dos preços no atacado, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta sexta-feira.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, teve alta de 0,36% na segunda prévia de janeiro, ante avanço de 0,56% em igual período de dezembro. Já o Índice de Preços ao Consumidor, com peso de 30% no índice geral, acelerou a alta para 0,73%, contra 0,62% visto anteriormente.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), por sua vez, registrou elevação de 0,53%, depois de subir 0,26% na segunda apuração de dezembro. O INCC responde por 10% do IGP.

Diante do nível alto e resistente da inflação, o Banco Central manteve na quarta-feira o ritmo do aperto monetário ao elevar a Selic em 0,50 ponto percentual, a 10,50% ao ano.

A segunda prévia do IGP-M calcula as variações de preços no período entre os dias 21 do mês anterior e 10 do mês de referência.

Fonte: Terra