Irregularidades causam prejuízos de R$ 100 mi por ano a Eletrobrás

A Eletrobras distribuição Piauí conta, hoje, com 80 equipes de fiscalização da rede elétrica em todo o estado.

A Eletrobras distribuição Piauí conta, hoje, com 80 equipes de fiscalização da rede elétrica em todo o estado ? um aumento de pelo menos 60 equipes em relação a 2011. Esse crescimento tem razão de existir: a empresa luta para reduzir as perdas oriundas das irregularidades de consumo, que penalizam a distribuidora em aproximadamente R$ 100 milhões ao ano.

?Esse valor é calculado em cima do nosso valor de venda. Nossas equipes fazem aproximadamente 17 mil inspeções por mês em todo o Piauí e, em aproximadamente 40% dessas verificações, algum problema é encontrado. São casos de furto, medidores adulterados e outros problemas. Também encontramos, muitas vezes, medidores que já não tem mais vida útil?, disse Renan Carvalho, gerente do Departamento de Medição e Fiscalização da Eletrobras.

O órgão também está intensificando a fiscalização em casas de shows, já que há a suspeita de que estabelecimentos dessa natureza estejam fraudando o consumo de energia. Na manhã de ontem, representantes da Eletrobras recolheram para perícia o medidor de um casa de shows da região norte de Teresina, já que havia a suspeita de adulteração. O medidor era novo e havia sido instalado recentemente, mas os técnicos constataram que seus lacres estavam violados.

O trabalho das equipes que fiscalizam a rede é embasado em um serviço de inteligência, que monitora a rotina de consumo do público atendido em todo o estado e direciona a fiscalização para pontos onde há a suspeita de problemas ou irregularidades. ?Vamos direto aos pontos mais prováveis, e acabamos detectando desvio de energia em todo tipo de cliente, desde o residencial até o industrial, incluindo também o comercial?.

Em 2012, o trabalho das equipes de fiscalização fez com que a Eletrobras já tenha conseguido resgatar pelo menos R$ 25 milhões das perdas com irregularidades.

Fonte: Dowglas Lima