Itaú Unibanco faz associação com Porto Seguro

Apólices de casa e veículos do Itaú serão transferidos para a Porto

O Itaú Unibanco anunciou nesta segunda-feira (24) que fechou um acordo com a Porto Seguro, dias depois de a seguradora ter divulgado que encerrou negociação com o Bradesco. Pelos termos da associação assinada no domingo, o maior banco privado do país vai transferir a totalidade de ativos e passivos de sua carteira de seguros residenciais e de automóveis para a Itaú Unibanco Seguros de Automóvel e Residência, que por sua vez será transferida para a Porto Seguro.

Com isso, a seguradora vai emitir ações equivalentes a 30% de seu novo capital social, que serão repassadas ao banco. Após essa operação, os controladores da Porto Seguro e do Itaú Unibanco criarão uma nova empresa, Porto Seguro Itaú Unibanco Participações S.A., que será detida pelos atuais donos da Porto Seguro.

O negócio também abrange um acordo operacional para oferta e distribuição, em caráter exclusivo, de produtos residenciais e de automóveis para os clientes da rede Itaú Unibanco no Brasil e no Uruguai. A conclusão da operação depende de aprovação dos acionistas, da Superintendência de Seguros Privados (Susep) e do Sistema Brasileiro de Defesa de Concorrência (SBDC).

Após a conclusão Pelo organograma divulgado, após a conclusão das operações, o Itaú Unibanco vai deter 43% da Psiupar e os controladores da Porto Seguro, o restante. A Psiupar vai deter 70% da Porto Seguro SA. O restante das ações ficará nas mãos do mercado. A junção das operações de seguro do Itaú Unibanco com a Porto Seguro vai criar um grupo com prêmios de R$ 2,32 bilhões em veículos e de R$ 198 milhões em residências.

O patrimônio líquido será de R$ 3 bilhões. O banco poderá indicar dois dos sete membros do conselho de administração da seguradora. "Não se espera que essa Associação acarrete efeitos relevantes nos resultados deste exercício social", afirma o Itaú Unibanco em nota. "O Itaú Unibanco e a Porto Seguro entendem que, com essa operação, passarão a oferecer o que há de mais completo no mercado brasileiro para seus milhões de clientes e, em especial, para sua extensa rede de corretores de seguros", destacaram as companhias em comunicado. A Porto Seguro, maior seguradora de veículos do país, é controlada por Jayme Garfinkel, cuja família detém cerca de 57% da companhia.

Fonte: g1, www.g1.com.br