Julho teve superávit de US$ 1,358 bilhão

Este resultado está 45% abaixo do verificado em igual período de 2009.

A balança comercial brasileira fechou o mês de julho com superávit de US$ 1,358 bilhão, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (02) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic).

?É o segundo melhor resultado mensal das exportações e importações para julho, abaixo apenas de 2008?, afirmou Welber Barral, secretário de Comércio Exterior do MDIC. ?As importações cresceram 50% (no mês) é um valor alto, mas que reflete a demanda aquecida do mercado brasileiro. Só de bens de capital, por exemplo houve um aumento de 61%?.

No ano, de janeiro a julho, o superávit é de US$ 9,237 bilhões. Neste período, as exportações somaram US$ 106,861 bilhões e as importações, US$ 97,624 bilhões.

O saldo comercial está 45% abaixo do verificado nos sete primeiros meses de 2009, quando o resultado foi de US$ 16,818 bilhões. As exportações totais estão 27% maiores do que no mesmo intervalo do ano passado, variação inferior à das importações, que cresceram 45,1% nessa comparação.

?Temos tido uma recuperação das importações e exportações, nos basicamente já voltamos o mesmo nível de 2008. Entretanto, alguns mercados como por exemplo o americano e europeu ainda não estão no mesmo nível de importações como 2008. Um grande desafio investir mais nestes mercados?, disse Barral. ?O desafio agora é quando a Europa se tornar mais demandante ocuparmos uma parcela uma parcela maior no mercado europeu?.

Na última semana do mês de julho (do dia 26 ao 31), porém, a balança comercial registrou déficit de US$ 127 milhões. Este saldo é resultado de exportações no valor de US$ 3,795 bilhões menos as importações de US$ 3,922 bilhões.

Em janeiro, a balança comercial acumulou déficit de US$ 176 milhões e, em fevereiro, voltou ao azul, com saldo de US$ 388 milhões.

Em março, as contas registraram superávit de US$ 668 bilhões e, em abril, de US$ 1,279 bilhão.

O superávit comercial somou US$ 3,443 bilhões em maio, US$ 2,277 bilhões em junho, e, agora, US$ 1,358 bilhão em julho.

Fonte: g1, www.g1.com.br