Juros bancários têm primeira queda

Taxa média dos empréstimos ficou em 5,35% ao mês em setembro.

A taxa média de juros do empréstimo pessoal oferecido pelos bancos registrou queda em setembro, na comparação com o mês anterior, segundo levantamento mensal divulgado pela Fundação Procon-SP nesta terça-feira (14).

Esse foi o primeiro recuo desde novembro do ano passado, de acordo com a fundação. Já a taxa média do cheque especial, que também é pesquisada no estudo, ficou estável.

O levantamento foi feito entre os dias 2 e 3 de setembro com Banco do Brasil, Bradesco, Caixa

Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander. A partir deste mês, o Banco Real e o Unibanco não integram mais a amostra, conforme informou a fundação.

A taxa média dos bancos no empréstimo pessoal foi de 5,35% ao mês, segundo o Procon. No mês anterior, havia sido de 5,44% ao mês. Apenas o Itaú aumentou sua taxa de 5,98% para 6,02% ao mês.

Cheques

Em setembro, a taxa média do cheque especial dos bancos pesquisados foi de 9,10% ao mês - o mesmo valor registrado em agosto. Subiram as taxas desse tipo de financiamento Banco do Brasil (de 7,79% para 7,95% ao mês) e Itaú (de 8,71% para 8,75% ao mês). Os outros não alteraram os juros.

A orientação do Procon-SP é que o consumidor tenha cautela antes de contratar o crédito, evitando, assim, gastar por impulso.

Fonte: g1, www.g1.com.br