Marfrig, dona da Seara, vende área de logística por US$ 400 mi

A dívida líquida da empresa ao final de junho era de cerca de R$ 6 bilhões

A Marfrig Alimentos, dona da marca Seara, fechou acordo com a The Martin-Brower Company para a venda da divisão de serviços logísticos para redes de fast food nos EUA, Europa, Oriente Médio, Oceania e Ásia.

A empresa brasileira receberá US$ 400 milhões pelos ativos. A The Martin-Brower Company é a maior distribuidora mundial de produtos para o McDonald"s.

O braço de logística a ser vendido pertencia à americana Keystone Foods, adquirida pela Marfrig em 2010.

A transação não compreende os ativos de logística e distribuição da Marfrig ligados à produção e ao mercado de food service.

"Vamos deixar de ter essa transportadora para concentrar nossas energias no negócio de proteína animal, que é o nosso principal foco", disse à Folha Marcos Molina, presidente da Marfrig.

Depois de se concentrar em aquisições nos últimos anos, a empresa se dedica agora a capturar economias de custo e ganhos de escala.

Ainda não há destino certo para os recursos que entrarão no caixa da Marfrig no último trimestre deste ano, segundo Molina.

Por enquanto, o montante contribui para reduzir a alavancagem (relação entre dívida líquida e Ebitda) da companhia, de 3,9 vezes no segundo trimestre deste ano para 3,5 vezes, de acordo com o presidente.

A dívida líquida da empresa ao final de junho era de cerca de R$ 6 bilhões.

"A motivação da venda desses ativos é mais estratégica do que financeira, mas ficamos em uma posição mais confortável", afirma.

Molina rejeita, no entanto, relacionar a venda ao eventual interesse na compra dos ativos da BRF Brasil Foods que foram colocados à venda por determinação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br