Nos Estados Unidos, investidores recorrem a videntes para fugir da crise financeira

Muitos investidores já perderam o juízo com os painéis das bolsas de valores

S?o tempos de crise e os investidores andam atordoados.Os especialistas, com teorias, proje?es e estudos, n?o conseguem prever com seguran?a o que vai acontecer na economia do mundo.

Muitos investidores j? perderam o ju?zo com os pain?is das bolsas de valores, que oscilam entre o vermelho e o azul, sem a menor justificativa l?gica.

Assim, o que muitos investidores resolveram foi deixar de consultar apenas os indicadores do mercado para procurar nas cartas e nos astros a explica??o que a Terra n?o consegue dar.

Dara Holness, que trabalha no mercado financeiro, ? antiga freq?entadora dos consult?rios de videntes. Mas diz que depois do agravamento da crise, tem ido com mais freq??ncia. Dara diz que em 2006 foi avisada por uma vidente de que haveria uma quebradeira e que ela deveria retirar o dinheiro dos investimentos. Foi o que ela fez, sem perder nada.

Um astr?logo de Nova York diz que muitos clientes s?o pessoas que perderam emprego e dinheiro com a crise. Ele conta que previu o que aconteceria com a economia americana em 2008. A explica??o estaria no c?u.

"Nosso pa?s passa por um processo de transforma??o com os planetas Urano, Netuno e Plut?o no fim do zod?aco. Precisamos entender que ? um per?odo de contra??o da economia, de corre?es, que deve durar entre 15 e 20 anos. No final, muitas mudan?as v?o acontecer, mas n?o ? fim do mundo", aponta.

Outra vidente tamb?m diz que as perguntas mais freq?entes eram sobre amor, mas agora todos querem saber sobre dinheiro e se v?o manter o emprego. Ela diz: "Quando algu?m me pergunta qual a melhor forma de investir os US$ 200 mil que tem guardado, eu deixo claro que n?o dou 100% de garantia. Mas eles querem a minha opini?o de qualquer jeito e continuam voltando. Ent?o eu acho que devem gostar do que eu digo?.

Se o conselho dela ? bom, este vai de gra?a. A vidente diz: "As coisas est?o ruins e v?o piorar. Independentemente do tempo que leve para a economia se recuperar, as pessoas v?o precisar de muita f?".

Fonte: g1, www.g1.com.br