Novo Volkswagen Fox será vendido por R$ 29.990

Segunda geração do hatch é oferecida em três versões de acabamento

A Volkswagen do Brasil anunciou nesta terça-feira (27) os preço do novo Fox que mudou o visual e recebeu melhorias para manter a liderança no mercado sobre os concorrentes Renault Sandero, Fiat Punto e o recém-chegado Chevrolet Agile.

A segunda geração do hatch estará disponível em três versões de acabamento. O modelo de entrada, com motor 1.0 e duas portas, parte de R$ 29.990 e chega a R$ 31.830 com quatro portas. A versão intermediária, equipada com propulsor 1.6 e quatro portas, tem preço sugerido de R$ 34.800 com câmbio manual e com câmbio automatizado (ASG) sobe para R$ 37.290. Já o modelo topo de linha, chamado Prime, com motor 1.6, quatro portas e transmissão ASG sai por R$ 39.400.

O Prime traz aerofólio, bancos com costura em vermelho, luzes de neblina, faróis com dupla parábolas, adesivos exclusivos na carroceria e volante com regulagem de altura e profundidade. Todas as versões saem de série com rodas de 15 polegadas, direção hidráulica, regulagem de altura do cinto, regulagem de altura do banco do motorista, farol com máscara negra, chave tipo canivete e revestimento em tecido na lateral das portas.

Para todos os modelos também é oferecido o pacote de equipamentos Trend - o mesmo do Gol (maçanetas, retrovisores e frisos laterais na cor do veículo, antena com preparação para som, revestimento dos bancos exclusivo, faróis com duplas parábolas, grade dianteira em acabamento preto brilhante e para-sóis iluminados). Entre os opcionais, o novo Fox traz alguns itens inéditos, como retrovisores com pisca, sensores de estacionamento, sensor de chuva e teto solar.

Mudanças

A nova geração do hatch chega com visual mais agressivo, interior requintado e a opção de câmbio automatizado, que estreou no Polo e recentemente foi adotado também pelos irmãos Gol e Voyage . Por fora, o novo Fox está mais sério do que a versão anterior. O hatch é o primeiro modelo no Brasil a trazer a nova identidade visual da marca, já vista no Polo europeu. As linhas arredondadas foram deixadas de lado e substituídas por retas.

O farol, por exemplo, está mais esticado, com os cantos retangulares e máscara negra de série. As curvas do para-choque dianteiro também foram abandonadas, o que deixou a cara do modelo mais limpa. O capô e para-lamas tiveram de mudar para acompanhar os novos traços da carroceria.

Na traseira, a tampa do porta-malas ganhou um vinco que vai de uma lanterna a outra e dá a sensação de altura e o para-choque traz olho de gato e luz de neblina. A carroceria também estreia uma nova cor branco que a marca chama de Oryx Apesar de mais moderno, o interior perdeu boa parte das características que diferenciaram o hatch no mercado. O painel minúsculo deu lugar a um mais elegante, mas ‘normal’, com dois mostradores circulares grandes.

A espécie de prateleira que ficava à frente do passageiro ganhou tampa e virou um porta-luvas. A nova versão também eliminou o espaço sobre o painel e o "buraco" que ficava localizado acima do som. Pelo menos manteve a gaveta sob o assento do motorista. Por outro lado, a novidade traz acabamento mais sofisticado, com menos plástico e revestimento em tecido em todas as versões.

Fonte: g1, www.g1.com.br