OGX elege Paulo Amaral, ex-Brasil Telecom, para diretoria financeira

Amaral foi da Brasil Telecom, empresa por onde também passou Ricardo Knoepfelmacher, o Ricardo K., convocado por Eike para ajudar na reestruturação

O ex-diretor de Relações com Investidores da Brasil Telecom Paulo Amaral foi nomeado domingo (22) pelo Conselho de Administração da OGX, petroleira de Eike Batista, como novo diretor financeiro e de relações com investidores da companhia.

Em reunião no domingo, o Conselho de Administração da OGX elegeu Amaral com os mesmos benefícios do antigo ocupante do cargo, Roberto Monteiro, demitido pela empresa na última sexta-feira. O presidente da OGX, Luiz Carneiro, se absteve de votar na eleição de domingo.

Monteiro ocupava o cargo na empresa desde abril de 2012. Entre 2009 e 2012 exerceu o cargo de diretor financeiro e de Relações com Investidores da OSX, empresa de construção naval do Grupo EBX, de Eike.

A mudança acontece em plena reestruturação da OGX, empresa mais problemática do grupo EBX, responsável pela crise de credibilidade das empresas de Eike, iniciada em meados de 2012.

Amaral foi da Brasil Telecom, empresa por onde também passou Ricardo Knoepfelmacher, o Ricardo K., convocado por Eike para ajudar na reestruturação da petroleira, que já admitiu que pode inclusive entrar em recuperação judicial.

Os problemas da OGX começaram quando a companhia não entregou a produção que prometeu ao mercado. Depois disso, desistiu de vários blocos que anunciava como comerciais (Tubarão Gato, Tubarão Tigre, Tubarão Areia), anunciou que iria parar a produção do único campo marítimo que estava em operação (Tubarão Azul), e devolveu 9 dos 13 blocos que comprou na 11ª rodada de licitações da ANP (Agência Nacional do Petróleo), em maio desse ano.

Fonte: Folha