Operadoras vendem 3G ilimitado mas escondem certas restrições

Tim, Oi, Claro e Vivo são acusadas pela organização, que realizou uma pesquisa destacando os casos específicos em que isso acontece com cada empresa

De acordo com o Instituto de Defesa do Consumidor (IDEC), as operadoras de telefonia móvel brasileiras estão escondendo informações ao venderem contratos de linhas para seus clientes, especialmente sobre as limitações das conexões 3G. Tim, Oi, Claro e Vivo são acusadas pela organização, que realizou uma pesquisa destacando os casos específicos em que isso acontece com cada empresa.

Os técnicos do IDEC ligaram para as quatro prestadoras fingindo serem clientes comuns, solicitando planos de Internet para seus celulares. De acordo com a pesquisa, boa parte das companhias garantem que o usuário vai ?navegar sem limites? e exaltam a velocidade nominal da conexão, mas o que acontece na prática passa longe destas promessas.

Na Vivo, por exemplo, um cliente que assina o plano de 1 Mbps só navega a 50 kbps, caso passe do limite de consumo de dados. A empresa, porém, não dá esta informação ao público, segundo o Instituto. Enquanto isso, na TIM, o cliente que desejar detalhes por meio do teleatendimento sequer consegue saber dos planos pelo SAC.

O IDEC destaca que não prestar todo tipo de esclarecimento a uma pessoa interessada por meio do SAC, assim como restringir uso de determinados serviços, como acontece nos programas de VOIP em conexões da Oi e da Claro, são ações que vão de encontro às recomendações da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). As operadoras ainda não se pronunciaram sobre o caso.

Fonte: tech tudo