Pesquisa mostra que cresceu o turismo interno no Brasil

Segundo ministério, crescimento foi de 83% em relação a 2007

O Ministério do Turismo divulgou nesta quarta-feira (4) uma pesquisa que mostra os hábitos do turista brasileiro e os dados mostram que houve crescimento do número de viajantes internos brasileiros, e que a maioria dos turistas prefere pagar sua viagem à vista. Das 2.514 pessoas ouvidas pelo levantamento, 2.322 disseram que viajaram entre 2007 e 2009 ou pretendem viajar nos próximos meses. Segundo o ministério, isso representa um acréscimo de 83% sobre o número de pessoas que declararam ter viajado entre 2005 e 2007, ano que foi realizado o primeiro levantamento.

Das 192 pessoas que disseram que não viajaram e não pretendem fazer turismo, 55,7% argumentaram que não têm dinheiro para esse tipo de lazer. Cerca de 63% dos entrevistados, tanto entre os que viajaram nos últimos dois anos e os que pretendem fazer turismo nos próximos meses, preferem pagar a viagem à vista. Segundo a pesquisa ainda, mais de 78% das pessoas disseram que fizeram ou farão sua própria programação turística.

Outros 21% informaram que usaram ou pretendem procurar uma agência de viagem. Entre aqueles que viajaram nos últimos dois anos, 41,5% pegaram informações sobre o destino com parentes e amigos. Mas, 31,9% preferiram buscar esses dados na Internet. Segundo o ministro do Turismo, Luiz Barretto, essa é uma tendência no Brasil, já que os turistas preferem fazer sua própria programação.

A pesquisa mostra ainda que os gastos dos turistas brasileiros caíram nos últimos dois anos. Na primeira pesquisa, em 2007, o gasto médio por turista foi de R$ 2,5 mil e, no levantamento deste ano, essa média caiu para R$ 2,2 mil. Segundo o ministro, a principal explicação para essa redução é o aumento da base de turistas, que se deu principalmente nas classes C e D. “Não só a base aumentou muito, mas talvez também é possível que com a crise econômica ele se planejou mais. Ele foi mais precavido. Talvez como o horizonte desse ano era menos otimista, ele pode ter ficado mais precavido”, avaliou Barreto.

O principal destino escolhido pelos turistas brasileiros continua sendo a região Nordeste, preferida por 37,4% dos que viajaram nos últimos 24 meses. O Sudeste vem logo atrás com a preferência de 30,3% dos viajantes. Transporte Apesar da queda no preço nas passagens aéreas e uma maior concorrência no setor, os turistas brasileiros ainda preferem o ônibus ou o carro como meio de transporte para turismo, segundo a pesquisa.

Das pessoas que pretendem viajar nos próximos meses, 40,2% querem viajar de ônibus e 35,5% informaram que usarão o automóvel para chegar ao destino turístico. Daqueles que viajaram nos últimos dois anos, 23,8% usaram o ônibus e 41,8% usaram o carro. Dos entrevistados que viajaram nos últimos 24 meses, 33,5% foram de avião. Já aqueles que informaram que pretendem viajar nos próximos meses, 24,1% disseram que preferem o avião. A pesquisa ouviu 2.514 pessoas por telefone entre os dias 17 de junho e 7 de julho, em 11 capitais brasileiras. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Fonte: g1, www.g1.com.br