Petisco sabor chocolate para cães ganha versão especial para Copa

Embalagem de 50 gramas do produto em formato de bola deve custar R$ 4. Produção artesanal de alimento existe desde 1998 em Valinhos, SP.

Um petisco temático para a Copa do Mundo e com sabor semelhante ao de chocolate deve ser atração para os cães neste período do torneio de futebol sediado no Brasil. É o que aposta Elias Almeida, proprietário de uma fábrica artesanal de alimentos para cachorros em Valinhos (SP). "Nossa produção é artesanal, todos os nossos produtos são feitos a partir da mesma base e sempre com o sabor de chocolate, o petisco especial para o futebol vai ser sucesso", diz Almeida. Ele está no mercado de alimentos para cães desde 1998, quando a receita foi inspirada em um outro alimento já produzido fora do país.

A estudante Luciana Bastos é dona da "Bolinha", cadela de oito meses que está com ela desde o nascimento. Segundo a jovem, a filhote da raça poodle, tratada à base de ração, frutas e água, consome também os petiscos com sabor chocolate e o produto temático será bem vindo à rotina do animal. "A Bolinha adora esses petiscos, na Páscoa comprei um ovo com o sabor de chocolate e ela gostou muito. Já vou procurar. Ela [Bolinha] também vai estar no clima da Copa", diz.

Ainda de acordo com a estudante, a alimentação da cachorra sempre foi acompanhada e o petisco é um bom atrativo. "Desde que a Bolinha chegou aqui em casa já tratamos de procurar um profissional que pudesse nos orientar sobre a saúde dela. Antes de dar os petiscos procurei saber e vi que não ofereceria riscos", explica a estudante.

Nutricional

Segundo o proprietário da fábrica, além do produto produzido para a Copa do Mundo, outros petiscos são feitos pela empresa. "Todos os nossos produtos tem a mesma base, como por exemplo o farelo de soja, gordura vegetal e o aromatizante que dá sabor ao alimento. O cheiro, o sabor e a cor são semelhantes ao chocolate comum, mas este não oferece riscos aos animais como o chocolate consumido por humanos feito com manteiga de cacau", esclarece o empresário.


Petisco sabor chocolate para cães ganha versão especial para Copa

"O pestisco é dado pelos donos aos cães como forma de agrado. É divertido. A procura é grande e assim como este mercado se adequa às necessidades dos animais, aqui também pensamos em formas de agradar os cães", diz Almeida. Ele conta que cada época do ano demanda a produção de um ítem, entre outros o petisco em formato de panetone, para o Natal e os ovos para a Páscoa estão na lista.

Para veterinária Franciene Scatena, o petisco oferece boas condições nutricionais e pode ser dado aos cães. Ela ainda diz que o chocolate comum, de cacau, pode causar graves problemas se dado aos animais. "O chocolate que nós, humanos, comemos não pode ser dado aos cães, existem sérios riscos. O que foi feito para humanos só deve ser dado aos humanos. O petisco para os cães pode ser dado, pois reúne boa composição nutricional e agrada o paladar dos caninos", argumenta a profissional.

"Vai ser divertido"

"A Bolinha é minha companheira, a gente divide os momentos. Nada mais justo do que proporcionar à ela alguns agradinhos. Vai ser divertido, durante a Copa todo mundo se prepara de alguma forma, pode parecer que não mas, além do petisco propriamente dito, as cores especiais para o período serão um atrativo", fala Luciana Bastos.

Para Elias Almeida, da empresa que conta com cinco funcionários, este período deve ser um diferencial para a produção e deve intensificar o ritimo. "Nós iremos trabalhar para suprir as demandas. Como apaixonados por futebol que somos, este ano é especial para todos os brasileiros, a opção por produzir um produto destinado à Copa traduz um pouco desse clima. Os cães também estão dentro", diz o produtor. A embalagem nas cores verde e amarelo com 50 gramas do produto deve custar R$ 4 nos pet-shop do Brasil.


Petisco sabor chocolate para cães ganha versão especial para Copa

Fonte: G1