Petróleo fecha a US$ 40,83 em Nova York

O contrato negociado em Nova York para o próximo mês encerrou a US$ 40,83

O desemprego nos Estados Unidos comandou a queda dos preços futuros de petróleo nesta sexta-feira. O Departamento de Emprego dos EUA reportou perda de mais de 500 mil vagas em dezembro. O ritmo reforça as preocupações com a demanda por petróleo e previsões de consumo em declínio.

O contrato negociado em Nova York para o próximo mês encerrou a US$ 40,83, com baixa de US$ 0,87. Durante o pregão, os preços chegaram a ficar abaixo da marca de US$ 40. Em Londres, o barril de Brent para fevereiro cedeu US$ 0,25, para US$ 44,42.

Apesar das preocupações com os desdobramentos do ataque de Israel contra o Hamas na Faixa de Gaza, a variável que voltou a derrubar o preço da commodity nesta semana foi a demanda.

Além de indicadores americanos apontando nível de desemprego equivalente ao do pós Segunda Guerra Mundial, a forte expansão dos estoques de cru e derivados nos EUA confirmou os temores de demanda desacelerada no país, que é o maior consumidor do mundo. Perto de 2,6 milhões de postos de trabalho foram fechados em 2008, maior perda desde 1945.

Fonte: g1, www.g1.com.br