Piauí começa a exportar mel para os Estados Unidos

A exportação será feita em conjunto com a produção dos municípios de Picos (Casa Apes) e Piracuruca

Os produtores de mel de Campo Maior farão a primeira remessa da produção apícola para os Estados Unidos, através do beneficiamento feito pelo Entreposto, que começou a funcionar no inicio desse mês de abril. A exportação será feita em conjunto com a produção dos municípios de Picos (Casa Apes) e Piracuruca (Entreposto de Piripiri).

Após 17 dias de funcionamento do Entreposto do Mel de Campo Maior, os apicultores já começaram a colher os primeiros resultados. O estoque de 11 toneladas que está armazenada no depósito será toda enviada para a exportação aos Estados Unidos. ?Nós vamos encaminhar o mel, tipo matéria prima, para que seja processado e industrializado pela Casa Apes, de Picos?, informa o administrador do Entreposto, Alkimar Sena.

Alkimar explica que esse é um ano favorável ao cultivo e comercialização do mel, sobretudo pelo incremento considerável na safra e também nas exportações. O administrador afirma que a tendência é que a apicultura campomaiorense também seja incrementada com a ativação do Entreposto, com a implantação da Casa do Mel e com o apoio de entidades como a Prefeitura de Campo Maior, Federação das Entidades Apícolas e a CODEVASF.

O Piauí é o maior exportador de mel do País. Os Estados Unidos são os principais compradores do mel piauiense. O elevado índice de aumento das exportação do mel piauiense se deve a diversos fatores, mas dois possuem maior relevância. O primeiro é a certificação orgânica do produto, que faz com que ele tenha maior valor agregado, e o segundo, a certificação em Comércio Justo, que favorece a manutenção dos preços de venda do mel.

Fonte: Portal Meio Norte, www.meionorte.com