Piauí vai produzir maçãs e tâmaras, diz Wellington Dias na Mostra do Piauí Sampa

O governador afirmou que novos projetos de fruticultura serão executados no Sul piauiense

O Piauí vai deixar de ser apenas a terra do caju, do mel e do bode. O Estado também será a terra da maçã, da tâmara e de outras frutas, como caquí e kiwi. O aviso foi dado pelo governador Wellington Dias durante a quinta edição da Mostra Piauí Sampa, que prossegue até o dia 7 de junho no Shopping Eldorado, em Pinheiros, na capital paulista.

O governador afirmou que novos projetos de fruticultura serão executados no Sul piauiense, aproveitando o rico potencial hídrico da região. "Temos poços jorrantes controlados no Sul e um lençol freático com água de qualidade equivalente a seis oceanos", afirmou Wellington Dias, tendo na plateia do Teatro das Artes, no shopping Eldorado, o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), o vice-governador paulista, Alberto Goldman, o prefeito de Teresina, Sílvio Mendes (PSDB), e diversas autoridades.

Para Welllington Dias, o Piauí precisa aproveitar sua riqueza hídrica de maneira inteligente. Ele destacou também a boa produtividade das safras de soja e algodão, ambas no Sul do Estado. "Temos uma produtividade grande também na produção de eucalipto", acrescentou. Sobre os novos projetos de fruticultura irrigada, ele não enumerou os grupos empresariais que irão ser parceiros na iniciativa ou irão fazer os investimentos sozinhos.

O governador agradeceu a José Serra pelo apoio recebido no momento em que o Piauí atravessa uma calamidade, o rompimento da barragem de Algodões I, no município de Cocal. Ele disse que as doações recebidas para os alagados pela enchentes também foram muito bem-vindas.

Já o governador José Serra, que fez um breve discurso no Teatro das Artes, afirmou ter certeza que o futuro do Piauí "será glorioso". O tucano destacou que existem 200 mil piauienses vivendo na Grande São Paulo. Serra avaliou que o desenvolvimento do Piauí é apenas uma questão de tempo.

A mostra Piauí Sampa tem atraído milhares de pessoas diariamente aos 17 estandes montados em um dos átrios do Shopping Eldorado. Sebrae, Prefeitura de Teresina e Governo do Estado levaram produtos da culinária, agronegócios, artesanato, fruticultura e flores tropicais.

Fonte: Arimatéia Carvalho, Jornal Meio Norte