Preço de mão de obra sobe menos, e inflação para a construção desacelera

Segundo a FGV, INCC-M desacelerou de 0,44% para 0,22%, em março

O Índice Nacional de Custo da Construção ? M (INCC-M), que mede a inflação dos custos do setor, desacelerou de 0,44%, em fevereiro, para 0,22% em março. No ano, o índice acumula variação de 1,36% e, nos últimos 12 meses, de 7,94%, segundo pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FVG), divulgada nesta quarta-feira (26).

O índice relativo a materiais, equipamentos e serviços desacelerou de 0,68% para 0,45%. O índice referente à mão de obra registrou variação de 0,01%. No mês anterior, a variação registrada foi de 0,22%.

A parcela relativa a serviços passou de uma taxa de 1,05%, em fevereiro, para 0,29%, em março.

Na análise entre as capitais, todas apresentaram desaceleração em suas taxas de variação, de acordo com a FGV.

Confiança da indústria

A FGV também divulgou o Índice de Confiança da Construção (ICST), que registrou ligeira piora no trimestre encerrado em março. A queda foi de 3,3%, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Nos meses anteriores, as variações interanuais trimestrais haviam ficado em -3,9%, em janeiro, e -3,1%, em fevereiro.

Fonte: G1