Barack Obama anuncia investimento de US$ 2 bilhões em energia solar

Barack Obama anuncia investimento de US$ 2 bilhões em energia solar

Recursos serão divididos em projetos de empresas americana e espanhola.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou neste sábado (3) que seu governo destinará US$ 2 bilhões a dois projetos solares que serão divididos entre a empresa americana Abound Solar Manufacturing e a espanhola Abengoa.

Obama fez o anúncio em seu discurso semanal dos sábados, no qual assinalou que serão criados 3.600 postos de trabalho entre as duas companhias na construção e 1.500 empregos permanentes.

Em seu discurso, o presidente não especificou que percentual do montante cada companhia receberá para seus respectivos projetos, mas a Abengoa construirá uma das maiores plantas solares do mundo no estado americano do Arizona, que permitirá a criação de 1.600 trabalhos na construção e, quando for concluída, fornecerá energia elétrica a 70 mil lares.

"Após ver companhias que constroem no exterior, é uma boa notícia que tenhamos atraído uma empresa estrangeira para criar trabalhos aqui nos Estados Unidos", assinalou o presidente americano.

Obama destacou que 70% dos componentes e dos produtos que serão utilizados na construção da planta serão fabricados nos Estados Unidos, o que permitirá "impulsionar o emprego" e as comunidades "em todos os estados".

Uma vez completado o projeto, "esta será a primeira grande planta solar de grande escala nos Estados Unidos, que armazenará energia para seu uso posterior, inclusive durante a noite".

Por sua parte, a Abound, que tem sua sede no estado do Colorado, fabricará painéis solares avançados para duas novas plantas, "que permitirão a criação de mais de dois mil postos de trabalho na construção e 1.500 empregos permanentes".

A companhia já começou a construção da primeira planta, que ficará no Colorado, enquanto a segunda será construída em uma fábrica vazia de Chrysler em Indiana.

Recuperação

Estes projetos fazem parte do Plano de Recuperação Econômica que o Governo americano iniciou em 2009 para atenuar a crise econômica, com investimentos de US$ 787 bilhões, centrado em aumentar as despesas em infraestrutura, a criação de empregos e cortes tributários.

"São dois dos maiores investimentos em energia limpa do Plano de Recuperação Econômica", assinalou Obama, que assegurou que já viu os resultados dos investimentos que foram feitos nestes meses nas fábricas de painéis solares e turbinas que visitou.

O presidente garante que seu Governo está lutando "para acelerar a recuperação e manter o crescimento econômico de todas as formas possíveis".

Fonte: g1, www.g1.com.br