Programa do Governo Federal dispõe de R$ 2 milhões para micro-empresas do Piauí

Programa do Governo Federal dispõe de R$ 2 milhões para micro-empresas do Piauí

Programa Pappe Integração 2010 tem como objetivo apoiar financeiramente a inovação em microempresas

No último dia 10, a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) lançou Carta Convite do Programa Pappe Integração 2010 que tem como objetivo apoiar financeiramente a inovação em microempresas e empresas de pequeno porte, em consonância com a Política de Desenvolvimento Produtivo do Governo Federal, através de 20 entidades estaduais, sendo uma de cada Estado das Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e do Distrito Federal, habilitadas para operar recursos sob a forma de subvenção econômica. O Pappe Integração conta com R$ 100 milhões, oriundos do orçamento do FNDCT/Subvenção Econômica, para aplicação em despesas de custeio em empresas sediadas nos 20 estados num período de 3 anos, ou seja, a Finep destinará R$ 100 milhões em recursos não-reembolsáveis (que não precisam ser devolvidos) da Subvenção Econômica, para apoiar cerca de 500 empreendimentos. Para o Piauí, os projetos receberão recursos financeiros no valor de R$ 1 milhão até R$ 2 milhões, sem obrigatoriedade de contrapartida estadual. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (Fapepi) será a entidade responsável pela área de apoio à Ciência, Tecnologia & Inovação e irá gerenciar todos os recursos localmente, transferindo-os às empresas beneficiadas. Como um programa descentralizado, a ideia é aproveitar o espírito empreendedor de cada região. O presidente da Fapepi, Acácio Véras, revela "a Fundação tem tido dificuldade de implementar ações em parceria com as empresas no Piauí, tendo em vista que o Estado ainda tem poucas empresas com a preocupação de investir em inovação tecnológica, além do que seu quadro de funcionários não possue pessoas com elevada qualificação acadêmica. Assim, a Fapepi em parceria com a Finep realiza, neste momento, mais um esforço no sentido de estimular as empresas piauienses a realizarem inovações tecnológicas". Os candidatos à parceria serão responsáveis por mobilizar entidades estaduais para a indicação de setores prioritários a serem objeto de apoio em projetos de PD&I que atendam às necessidades de desenvolvimento do Estado, realizar a análise e a seleção dos projetos apresentados pelas MEEPPs; gerenciar e operar o programa, técnica e financeiramente, com acompanhamento e avaliação dos projetos, bem como prestação de contas dos recursos gerenciados e encaminhar relatórios técnicos e financeiros dos projetos beneficiados pela subvenção. As propostas devem ser enviadas até o dia 12 de abril para Financiadora de Estudos e Projetos e serão analisadas por um Comitê da Finep para selecionar os parceiros estaduais. Os resultados serão publicados, em junho, no site da Finep e os respectivos pareceres serão enviados para o e-mail cadastrado do representante legal da proponente. Para mais informações sobre o programa poderão ser obtidas no site da Finep ou pelo telefone (21) 2555 0845.

Fonte: Assessoria