Rendimento menor da poupança deve ocorrer a partir de junho

O governo anunciou a mudança na sexta-feira (4).

O rendimento da poupança atualmente é de 6% ao ano mais a taxa referencial, mas, depois das mudanças anunciadas pelo governo, esse ganho vai cair porque as cadernetas estarão vinculadas à taxa básica de juros ? a Selic. A queda nos ganhos, entretanto, deverá chegar ao bolso do brasileiro só em junho.


Rendimento menor da poupança  deve ocorrer a partir de junho

Isso porque a mudança no ganho da poupança depende da redução da taxa básica de juros, que deve acontecer na próxima reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central, marcada para os dias 29 e 30 de maio. Atualmente, a Selic está em 9% ao ano, após seis quedas consecutivas.

O governo anunciou a mudança na sexta-feira (4) para evitar que houvesse uma corrida dos correntistas aos bancos, explicam os economistas. Além disso, o brasileiro que aplicar grana na poupança agora terá o mesmo rendimento que tinha antes, até quando a taxa de juros atingir 8,5% ao ano ou menos.

A reportagem do R7 conversou com o vice-presidente da Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade), Miguel de Oliveira, e o professor de finanças da FGV (Fundação Getulio Vargas) Samy Dana para tirar as principais dúvidas dos correntistas brasileiros com a poupança.

Se a medida não entrasse em vigor imediatamente, todos os brasileiros iriam para os bancos para abrir uma conta poupança nova para aproveitar o ganho maior, explica Oliveira.

? O que aconteceria se não tivesse essa medida? Todo mundo abriria contas agora e quando houvesse a mudança, o dinheiro estaria sendo corrigido pela regra antiga, cujo rendimento é maior.

Fonte: R7, www.r7.com