Secretário projeta alta de 15% na arrecadação em receita no Estado do PI

Secretário projeta alta de 15% na arrecadação em receita no Estado do PI

Durante o Seminário de Administração Tributária e Justiça Fiscal realizado na manhã de ontem, o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, sintetizou a recuperação do Estado no primeiro trimestre de 2015, onde apesar da desaceleração da economia, a arrecadação própria cresceu em torno de R$ 102 milhões se comparado ao mesmo período do ano passado.

No evento, o gestor destacou ações do Executivo direcionadas ao equilíbrio financeiro e provimento de recursos, como o CPF na nota. "Já estamos muito próximos de atingir a meta oficial.

No primeiro trimestre foram 13% de crescimento na arrecadação própria, quando a meta é 10%, mas a minha pessoal é de 15% e creio que seja possível atingi-la tomando como base os dados atuais", declarou.

Com o resultado, o Piauí foi o Estado da federação que mais cresceu em arrecadação própria nos três primeiros meses do ano, relatando o sucesso das medidas tomadas no início da gestão do governador Wellington Dias (PT).

Apesar do otimismo e as projeções animadoras, o secretário indicou que o momento ainda é de cautela no que tange as finanças piauienses. "Nós caímos no Fundo de Participação, portanto, a situação ainda é complicada", declarou.


Na ocasião, o gestor defendeu a discussão sobre a Reforma Tributária, impondo que o momento é de pensar no melhor para os brasileiros, simplificando o processo, de forma que seja compreensível a todos.


"O momento que atravessamos hoje no país requer que todas as rotinas, ações e processos administrativos tenham que objetivar o aumento da arrecadação. Em um momento de crise e ajuste fiscal como este, é ideal que discutamos a Reforma", disse. Por fim, Fonteles decretou. "O importante é o lucro no final do mês", concluiu.

Fonte: Francy Teixeira