Shopping da Cidade faz camelôs aumentarem vendas em Teresina

O comerciante Antônio Lira acredita que a data é o segundo Natal para quem, assim como ele, vende roupa masculina

O Dia dos Pais só é comemorado daqui a dois dias, mas no comércio popular de Teresina a data já chegou, trazendo maior movimento e um aumento de cerca de 10% nas vendas. Os mais de mil boxes do Shopping da Cidade são uma boa alternativa para os filhos que não abrem mão de presentear os pais com produtos diversificados e mais baratos do que aqueles comercializados nos demais estabelecimentos da capital, como os shoppings da zona Leste e as lojas do centro. A preferência

dos clientes tem sido, principalmente, roupas, sapatos e celulares, que continuam sendo campeões na atenção dos pais. O comerciante Antônio Lira acredita que a data é o segundo Natal para quem, assim como ele, vende roupa masculina.

?Homens compram roupas com menos frequência do que as mulheres. No Dia dos Pais, alguns estão ganhandoa primeira peça nova do ano, e por isso, quem vai presentear escolhe algo mais incrementado?, explica o comerciante, cujo público consumidor está concentrado nas classes C e D, que gastam em média R$ 30 em uma peça ou R$ 50 comprando duas. ?Tem calça jeans de R$ 30 a R$ 40, e camisas de R$ 12 a R$ 25, ou seja, é um valor baixo, mas que pode trazer uma alegria muito grande para aqueles que vão ser presenteados?, pontua.

De acordo com Antônio, o movimento no primeiro Dia dos Pais do Shopping da Cidade tem sido superior ao registrado no centro, ano passado. ?Temos a nosso favor o fato de que a data cai justamente no começo do mês, quando as pessoas ainda estão com o dinheiro dos salários recebidos. Além disso, muita gente tem circulado pelo shopping porque sabe que aqui tem muita opção e está tudo localizado num só lugar, o que facilita a vida das pessoas?, avalia. Vendendo celulares que custam entre R$ 80 e R$ 400,

Jackson Alves trabalha em um dos boxes do Shopping da Cidade, e comemora as vendas realizadas nos dias que antecedem a comemoração.

?As vendas aumentaram porque celular é uma mercadoria que as pessoas trocam bastante, por terem perdido, terem sido roubados, ou ainda porque gostam das novidades e uma data especial é um bom motivo para presentear alguém?, argumenta. Segundo ele, os modelos mais incrementados e caros

são os que estão sendo mais procurados. ?Muitos filhos trazem os pais para escolher, assim evitam que ele não goste do modelo e venha trocar depois.

A maioria dos pais escolhe algum aparelho que tire foto?, diz Jackson. A surpresa não é mais imprescindível na hora de presentear e alguns pais já escolhem com antecedência o que querem ganhar. O auxiliar de serviços gerais Hélio Rosalvo observava com atenção e perguntava o preço dos produtos comercializados por Jackson Alves. ?Estou decidindo o que eu quero, depois vou avisar à minha esposa e ela vem comprar?, conta ele.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte