Tentativas de fraudes em outubro contra consumidor batem recorde

Em outubro, foram 224.025 tentativas de tentativas, diz Serasa. A cada 12 segundos, uma pessoa foi vítima de tentativa de fraude no país.

As tentativas de fraude contra o consumidor em outubro bateram recorde histórico no país, segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira (25) pela Serasa Experian.

Em outubro, ocorreram 224.025 tentativas. Na fraude conhecida como roubo de identidade, o tempo médio de intervalo entre uma tentativa de fraude e outra foi de apenas 12 segundos no mês, aponta o estudo. Nesse tipo de ocorrência, dados pessoais são usados por criminosos para firmar negócios sob falsidade ideológica ou mesmo obter crédito com a intenção de não honrar os pagamentos.

O recorde mensal anterior tinha sido registrado em julho, quando foram identificadas 214.793 tentativas.

Segundo a Serasa, entre janeiro e outubro deste ano, foram 1,81 milhão de tentativas de fraude ante 1,76 milhão de registros nos primeiros 10 meses de 2012. No mesmo período de 2011, ocorreram 1,63 milhão de tentativas.

A telefonia respondeu por 49,3% do total das investidas contra o consumidor realizadas em outubro, alta em relação aos 40,2% registrados pelo setor no mesmo mês de 2012.

"O recorde registrado em outubro decorre de um efeito sazonal da fraude observado próximo ao Dia das Crianças. Neste período, o risco de fraude tende a ser maior", explicou a Serasa.

O indicador mostra que, em outubro, lideraram os registros o setor de telefonia, com 110.470, representando 49,3% do total. No mesmo mês de 2012, o setor respondeu por 40,2% do total.

O setor de serviços ? que inclui construtoras, imobiliárias, seguradoras e serviços em geral (salões de beleza, pacotes turísticos etc.) ? teve 59.743 registros, equivalente a 26,7% do total, o maior valor mensal do ano até agora. No mesmo período no ano passado, este era o setor que mais sofria tentativas de fraudes, respondendo por 28,6% das ocorrências.

O setor bancário é o terceiro do ranking, com de registros em outubro de 2013. Embora não tenha sido recorde histórico, bancos e financeiras atingiram 36.411 tentativas, 16,3% do total, o maior valor em 12 meses. No mesmo período de 2012, o setor respondeu por 22,6% dos casos.

Recomendações da Serasa para evitar fraudes:

? Não fornecer dados pessoais para pessoas estranhas;

? Não fornecer ou confirmar suas informações pessoais ou número de documentos pelo por telefone, tomando cuidado com promoções ou pesquisas;

? Não perder de vista seus documentos de identificação quando solicitados para protocolos de ingresso em determinados ambientes ou quaisquer negócios; do mesmo modo, não deixar que atendentes de lojas e outros estabelecimentos levem seus cartões bancários para longe de sua presença sob a desculpa de efetuar o pagamento.

? Tomar cuidado ao digitar a senha do cartão de débito/crédito na hora de realizar pagamentos, principalmente na presença de desconhecidos.

? Não informar os números dos seus documentos quando preencher cupons para participar de sorteios ou promoções de lojas;

? Não fazer cadastros em sites que não sejam de confiança; cuidado com sites que anunciam oferta de emprego ou promoções. Fique atento às dicas de segurança da página, por exemplo, como a presença do cadeado de segurança;

? Cuidado com dados pessoais nas redes sociais que podem ajudar os golpistas a se passar por você, usando informações pessoais, como por exemplo, signo, modelo de carro, time por que torce, nome do cachorro etc.;

? Manter atualizado o antivírus do seu computador, diminuindo os riscos de ter seus dados pessoais roubados por arquivos espiões;

? Evitar realizar qualquer tipo de transação financeira utilizando computadores portáteis conectados em redes públicas de Internet.

Fonte: G1