Tim cresce, aumenta receita e número de clientes

TIM registra crescimento de 6,4% ano a ano na receita líquida de serviços, de R$ 3,3 bilhões e atinge 44,4 milhões de

A TIM fechou o segundo trimestre de 2010 com evolução nos principais indicadores operacionais e financeiros, numa continuidade consistente dos resultados apresentados nos últimos trimestres. A base de usuários alcançou 44,4 milhões, um crescimento de 17% sobre igual trimestre de 2009, registrando 2,1 milhões de adições líquidas no segundo trimestre. No período, a TIM capturou 34% do total de novas linhas do setor, e alcançou 24% de participação total.

A receita líquida de serviços cresceu 6,4% sobre igual período do ano passado e totalizou R$ 3,3 bilhões. O EBITDA, de R$ 887 milhões, foi 16,1% superior ao segundo trimestre de 2009, e representou uma margem de 25,1%, 3,2 pontos percentuais acima de igual período do ano passado. No padrão IFRS (reportado pela Telecom Italia e que será adota pela TIM no 3T10), a margem EBITDA foi de 28,4%, O lucro líquido consolidado (Tim+Intelig) da Companhia atingiu R$ 101 milhões. Se olharmos para o lucro líquido da móvel (excluindo Intelig), o resultado foi de R$106.7 milhões, versus um prejuízo de R$15.2 milhões no 2T09.

?Os resultados do segundo trimestre refletem a consistente evolução do percurso estratégico da TIM desde o seu relançamento, no início de 2009. Entre os destaques da área comercial, tivemos uma aceleração do crescimento do segmento pós-pago, com a adição de 341 mil novas linhas, o que representa um crescimento de 11,7% ano a ano da base pós-pago, reflexo da maior credibilidade da nossa marca, baseada em competitividade e qualidade. Neste trimestre, a empresa seguiu investindo fortemente em rede, o que suportou a continuidade do crescimento do tráfego com alta qualidade, visto que temos alcançado 100% das metas da Anatel nos últimos quatro meses?, afirma Luca Luciani, presidente da TIM Brasil.

O crescimento do pós-pago em todo o Brasil se acelerou no trimestre. A alta foi de 11,7%, totalizando 6,9 milhões de linhas. O bom desempenho resultou em aumento superior a 30% nas vendas brutas sobre igual período de 2009. Destaque para as vendas com o chip avulso, responsáveis por mais de 70% do volume comercializado. Como resultado, as adições líquidas do pós-pago totalizaram 341 mil linhas, vigoroso aumento sobre os 42 mil acessos registrados no segundo trimestre de 2009. O plano Liberty superou 1 milhão de linhas.

Já o segmento pré-pago registrou 37,5 milhões de clientes, com destaque para os planos Infinity Pré, que já ultrapassam a marca de 27 milhões de linhas. O conceito inovador de tarifação a R$ 0,25 por chamada segue alimentando o crescimento do MOU (minutos por usuário), que chegou a 110 minutos no trimestre, uma expressiva alta de 51% em comparação aos 73 minutos registrados no mesmo período do ano anterior. A Receita Média por Usuário (ARPU) ficou em R$ 24,1.

?A TIM está aumentando a sua base de usuários, que está falando mais, como mostra o MOU, através dos nossos planos inovadores Infinity e Liberty, que estimulam o tráfego local e de longa distância dentro da rede. No trimestre, tivemos crescimento de 30,5% na receita bruta de longa distância móvel. O êxito da nossa estratégia com Infinity e Liberty está levando à diminuição da dependência das receitas com interconexão, que caíram para 20% da receita bruta de serviço, ante um percentual de 23% do segundo trimestre de 2009. Associado à contínua redução da taxa de inadimplência, que representa agora 2,7% da receita líquida de serviços versus 3,1% registrado no mesmo período do ano passado, e ao plano de eficiência implementado, a TIM vem apresentando um desempenho financeiro que melhora trimestre a trimestre e se consolida cada vez mais como a segunda operadora em performance?, resume Luca Luciani.

Investimentos em rede

Somente no segundo trimestre deste ano, a TIM realizou investimentos totais de R$ 436 milhões, grande parte na expansão da capacidade 2G e no aumento da capilaridade da rede 3G. Em junho, o serviço GSM da operadora totalizou 3.198 cidades, uma penetração de 95,9% da população urbana do país. Na rede 3G, a cobertura de serviços já chega a 144 municípios e representa 49% da população urbana nacional. Em junho, pelo quarto mês consecutivo, a TIM alcançou 100% das metas de qualidade de rede da Anatel, apesar do aumento de tráfego e da área coberta.

TIM reconquista liderança na região Sul e na Área 10 ? Nordeste

O trimestre também marca a retomada pela Companhia da liderança em dois importantes territórios: na região Sul, em junho, com 30,97%, e na Área 10, região que compreende os estados de Pernambuco, Ceará, Alagoas, Piauí, Rio Grande do Norte e Paraíba, na qual assumiu a ponta em maio e conta, segundo os últimos dados da Anatel, de junho, com 34% do market share e 8,8 milhões de linhas. Em igual período de 2009, a empresa detinha 31,5% do mercado da região. Destaque para o Infinity Pré. Lançado em abril de 2009, o plano totalizou 5,4 milhões de acessos na Área 10 em junho.

Em comparação com o resultado do segundo trimestre de 2009, o número de cidades cobertas pela rede 2G nos estados que compõem a Área 10 aumentou em 19%, totalizando 572 municípios, que correspondem a 91% da população urbana. A cobertura da rede 3G também cresceu vigorosamente neste período: passou de 08 para 38 localidades, atingindo 50% de cobertura da população urbana regional. Pelo sexto mês consecutivo, a TIM alcançou 100% das metas da Anatel na Área 10.

?A reconquista da liderança da área 10 é muito simbólica para a TIM porque foi onde começamos nossa operação no Brasil. Isso mostra o atual momento de maior competitividade e crescimento da empresa, com investimento em planos inovadores e qualidade de rede. Chegamos à liderança graças ao esforço coletivo em várias frentes: aumento de cobertura, busca da qualidade do serviço e qualificação da nossa equipe de vendas e atendimento. Hoje, somos top of mind na região. Estes resultados mostram que estamos no caminho certo. Em junho, assumimos a liderança também na região Sul?, explica Luca Luciani.

Intelig: retomada em desenvolvimento

A Intelig já começa a trazer resultados do processo de retomada, após ser incorporada pela TIM no final de 2009. A receita líquida da empresa no segundo trimestre foi 26% maior que em igual período de 2009. A margem EBITDA cresceu de 5,6% para 13,2% do primeiro para o segundo trimestre de 2010, uma evolução forte da rentabilidade da empresa em curto período.. A empresa vem fortalecendo sua atividade comercial, conquistando novos clientes nos diversos segmentos, com o lançamento de soluções inovadoras. O InteligCombo é um exemplo desta integração. Lançado em março, em parceria com a AES Eletropaulo Telecom, o InteligCombo é a primeira oferta de internet banda larga por meio da rede elétrica do País. A tecnologia está em fase final de teste em 300 condomínios localizados nos bairros de Moema, Pinheiros e Jardins, em São Paulo/SP. No final de maio, a empresa lançou o Sem Fronteiras, serviço convergente destinado às pequenas e médias empresas, que engloba telefonia móvel, fixa e Internet banda larga. ?Fixamos o desenvolvimento estratégico da TIM para 2010 em três frentes: aproveitar as oportunidades de crescimento nos mercados de voz, dados móvel e serviços convergentes; construir uma rede cada vez mais sólida e intensificar o trabalho de busca de eficiência operacional e financeira. Temos executado as três tarefas muito bem, e no último trimestre superamos os 25% de margem EBITDA já incluindo a operação Intelig, cuja integração ainda está em evolução e, à medida que avance, terá um impacto ainda mais positivo no EBITDA e na margem. Por isto, estamos ainda mais otimistas para o próximo período?, conclui o presidente de TIM, Luca Luciani.

Sobre a TIM No Brasil desde 1998, a TIM é a primeira operadora móvel a estar presente em todos os estados do País. O foco no consumidor e no atendimento às demandas do mercado possibilitou um salto na base de usuários de 37,8 milhões para 44,4 milhões de junho de 2009 a junho de 2010, um crescimento de 17,4% A melhoria no desempenho é reflexo da preocupação com o usuário e do lançamento de produtos e serviços inovadores e sob medida, como os planos Infinity e Liberty.

A TIM também investe em seu compromisso com a sociedade: incluída na carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da BM&F BOVESPA, a empresa mantém ações de coleta e encaminhamento para reciclagem de aparelhos, pilhas, baterias e acessórios, comercializa aparelhos de baixo impacto ambiental, dentre outras iniciativas.

Fonte: Divulgação