Turismo no Nordeste sofre com a concorrência "desleal" do exterior

Em plena alta temporada, os principais destinos turísticos da região tiveram queda no movimento de passageiros.

O turismo do Nordeste começa a sentir o impacto do aumento das viagens internacionais, segundo reportagem de Mariana Barbosa, do jornal Folha de S. Paulo. Em dezembro, em plena alta temporada, os principais destinos turísticos da região --Salvador, Natal e Recife-- tiveram queda no movimento de passageiros.



Enquanto os 66 aeroportos administrados pela Infraero tiveram alta de 9% no movimento em dezembro, ante o mesmo mês de 2010, o aeroporto de Salvador registrou queda de 5,21%.

Em Natal, a queda foi de 7,47% e no Recife, de 8,8%. Outro destino importante, Fortaleza cresceu 3,14%.

A queda no movimento de passageiros para o Nordeste afetou até Brasília --terceiro maior aeroporto do país e o segundo maior "hub" (centro de distribuição de voos). O movimento do aeroporto cresceu só 1% em dezembro.

Em contrapartida, Galeão (Rio de Janeiro), Viracopos (Campinas) e Confins (Belo Horizonte) cresceram mais de 20% em dezembro. Guarulhos também avançou acima da média do mercado (9,75%).

No acumulado do ano, todos os aeroportos da rede Infraero cresceram. Mas, enquanto a rede como um todo avançou 15,52%, Salvador, Recife, Natal e Brasília registraram alta inferior a 10%.

Fonte: Folha.com