Variação de preços é inferior a R$ 1 nos atacadões em THE, diz checagem do JMN

Variação de preços é inferior a R$ 1 nos atacadões em THE, diz checagem do JMN

A diferença de preços foi constatada entre a pesquisa do início da semana e a auditoria

A corrida pelo menor preço continua e os supermercados estão cada vez mais competitivos para alcançar a primeira colocação. Na auditoria realizada esta semana nos atacados, foi possível constatar uma pequena diferença de preços com relação ao início da semana, que não foi superior a R$ 1.

Mas a diferença de preço entre o primeiro e o último colocado foi de R$ 5,93, o que reforça a importância em pesquisar para economizar na hora de ir às compras.

O Atacadão Carrefour continua na liderança pela segunda semana consecutiva, com os melhores preços. O atacadista continua líder totalizando R$ 36,46, e apresentando uma variação de 1,79%, que corresponde ao aumento de R$ 0,64. Produtos de limpeza como sabão em barra e esponja e alimentos como feijão, arroz e farinha de trigo são encontrados com preços mais em conta.

O Makro levou a segunda colocação mais uma vez, apresentando uma redução de R$ 0,05 nos produtos escolhidos para a realização da auditoria. O supermercado contabilizou na manhã de ontem R$ 38,99, e uma variação de - 0.13%. Na corrida pelo menor preço, o supermercado apareceu como segunda opção de economia na hora das compras.

Com uma variação de 0,17%, que corresponde ao aumento de 0,07 centavos, o Maxxi Supermercado leva a medalha de bronze mais uma vez. Somando R$ 40,76, o atacadista permaneceu na mesma colocação alcançada na semana anterior.

O Carvalho Mercadão continua em último lugar na corrida pelo menor preço. Apesar de não ter alterado o preço de nenhum produto, o atacadista aparece como o supermercado mais caro entre os atacadões, contabilizando R$ 42,39.

Valor total dos itens obteve aumento nos supermercados

A checagem nas quatro grandes redes de supermercados realizada no meio desta semana mostrou que houve um equilíbrio entre os números aferidos durante os primeiros dias - já habituais segundas e terças-feiras - quando se realiza a pesquisa semanal dos cerca de 54 itens comparados com os dias da nova checagem.

Em todos os estabelecimentos podemos constatar que houve aumento no valor total para os itens chegados que são as verduras e frutas, carnes, leite e ovos.

Desta forma fica claro para o consumidor que é mais vantajoso pesquisar antes de efetuar as compras e que, comparativamente, adquirir este tipo de produto no início da semana garante uma maior economia na hora das compras.

Em primeiro lugar, como o estabelecimento mais vantajoso em relação ao preço para o total de itens pesquisados ficou o Supermercado Hiper Bompreço com valor de R$ 134,20.

Por uma diferença percentual de apenas 0,04% em comparação com o Comercial Carvalho, o Bompreço ficou com a segunda menor taxa de variação percentual (0,68%).

O Comercial Carvalho, embora tenha registrado o maior equilíbrio entre os preços aferidos nos dias 5 e 6 comparado com os dias 7 e 8 com a menor taxa de variação percentual (0,64%) obteve o terceiro maior valor para o total de preços pesquisados, que foi de R$ 143,66.

O Extra ocupou a segunda colocação com o total de preços para os itens checados de R$ 139,07. Contudo, foi o estabelecimento que mais aumentou seus preços em relação ao início da semana ficando com a maior taxa de variação percentual, que foi de R$ 6,86%.

O Pão de Açúcar, mesmo obtendo o último lugar como o menos econômico para o consumidor nesta semana, com total para a lista de itens checados de R$ 148,02, ficou com o terceiro lugar em aumento de percentual de variação (6,43%).


Variação de preços é inferior a R$ 1 nos atacadões em Teresina, diz checagem do Jornal Meio Norte

Variação de preços é inferior a R$ 1 nos atacadões em Teresina, diz checagem do Jornal Meio Norte

Variação de preços é inferior a R$ 1 nos atacadões em Teresina, diz checagem do Jornal Meio Norte

Variação de preços é inferior a R$ 1 nos atacadões em Teresina, diz checagem do Jornal Meio Norte

Variação de preços é inferior a R$ 1 nos atacadões em Teresina, diz checagem do Jornal Meio Norte

Fonte: MARCILANY RODRIGUES E GISELE ALVES