Venda de peixe está abaixo do esperado para Teresina

No Mercado do Peixe a queda nas vendas está em torno de 40%, em relação ao mesmo período do ano passado

A venda de peixe no período quaresmal e também durante a Semana Santa está bem abaixo do que era esperado por quem trabalha neste ramo. No Mercado do Peixe, segundo o administrador do local, Francisco de Assis Mesquita, a queda nas vendas está em torno de 40%, em relação ao mesmo período do ano passado.

Por causa disso, o estoque que foi preparado para esse período não será todo vendido. ?Sobrará peixe no mercado.

As vendas foram fracas durante todo o período quaresmal e não só na Semana Santa. Nós acreditamos que isso se deve ao fato de muita gente hoje ter criatório de peixe e, quando chegou esse período, eles colocaram seus produtos à venda por um preço mais baixo e isso fez cair nossas vendas?, afirmou.

Essa queda não foi sentida apenas no Mercado do Peixe, mas em muitos mercados públicos da capital. No Mercado da Piçarra, por exemplo, as vendas também foram bastante fracas e não há expectativas de melhora, segundo os vendedores. ?As vendas deste ano nem se comparam com as vendas do ano passado?, lamentou a vendedora Estefânia dos Santos.

Para ela, a justificativa desse cenário são os altos preços cobrados pelo pescado. Segundo ela, o peixe que apresentou maior alta foi a pescada amarela, que custava, antes da Semana Santa, o valor de R$ 20,00 e alcançou, nos últimos dias, R$ 26,00.

A tilápia também teve alta nos preços, chegando aos R$ 11,50, valor bastante superior aos R$ 9,00 cobrados antes desse período. A tilápia também sofreu aumento, saindo dos R$ 5,50 para R$ 7,00.

Mas quem não abre mão de seguir a tradição durante a Semana Santa e o período quaresmal teve que fazer um esforço financeiro para levar o pescado para sua mesa.

?Eu sempre como peixe nesse período, mas percebi que os preços subiram muito, por isso eu tive que pechinchar e trocar o peixe preferido pelo mais barato?, afirmou a servidora pública Maria Pires.

Supermercados registraram filas quilométricas

Se os locais de venda de peixes estavam com uma movimentação abaixo da esperada, os supermercados registraram filas quilométricas durante a última quinta-feira (17).

Como estes estabelecimentos fecham durante todo o dia de hoje, os teresinenses que ficam na capital aproveitaram a quinta-feira para comprar os alimentos do feriado.

Já aqueles que vão viajar também lotaram os supermercados para as compras da viagem.

"As filas estavam grandes, mas não tinha muita opção, vou ficar em Teresina e precisava comprar os alimentos para o almoço da sexta-feira (18)", disse o técnico de enfermagem Paulo Franco.

Fonte: Pollyana Carvalho