Vendas de notebooks e netbooks  chegaram a 1,362 milhão no primeiro trimestre de 2010

Vendas de notebooks e netbooks chegaram a 1,362 milhão no primeiro trimestre de 2010

Venda de PCs portáteis cresce 70% no Brasil

As vendas de computadores no Brasil cresceram 23% no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. Nos primeiros três meses de 2010 foram vendidas 2,898 milhões de unidades, contra 2,353 milhões em 2009, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (14) pela Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica). O maior crescimento foi registrado entre os aparelhos portáteis (notebooks e netbooks), que registraram uma alta de 70% nas vendas e chegaram a 1,362 milhão de máquinas no período. Enquanto isso, seguindo a tendência, as vendas de desktops (computadores de mesa) caíram 1% no período, chegando a 1,536 milhão de unidades. Nos últimos anos há um processo gradual de substituição das máquinas fixas pelas móveis. A novidade agora é que essa migração começa a ser feita também pela classe C, segundo analistas do mercado. Há inclusive a expectativa de que, já neste ano, os PCs de mesa passem a ser menos vendidos do que os notebooks. Entretanto, para a Abinee, isso não deve acontecer em 2010, porque as empresas continuam a preferir comprar os desktops. A estimativa é que, até o fim do ano, sejam vendidas 7,050 milhões de máquinas de mesa e 6,950 milhões de notebooks, totalizando 14 milhões de unidades, um crescimento de 17% em relação a 2009. De acordo com a pesquisa, levando em conta as vendas no varejo, para a "população comum", os notebooks e netbooks já ultrapassaram os desktops no final de 2009, obtendo 52% das vendas. Para a Abinee, isso deve acontecer para todo o mercado em 2011. – A previsão é de que a comercialização de PCs chegue a 15,8 milhões de unidades. Os desktops responderão por 45% do mercado e os notebooks/netbooks por 55%, ficando caracterizada a tendência mundial. No ano passado, os computadores portáteis levaram o mercado brasileiro de computadores "nas costas" e impediram uma queda maior do setor. As vendas de PCs caíram 6,4% em 2009, na comparação com 2008, chegando a 11 milhões de unidades vendidas. Mas as de notebooks cresceram 19% no ano passado, chegando a 3,8 milhões de máquinas comercializadas. Essa alta foi gerada principalmente por usuários domésticos, Os dados são da consultoria IDC.

Fonte: r7