Vistoria aponta as irregularidades em plataformas da Petrobras,diz relatório

Documento do Ministério Público do Trabalho lista riscos em cinco plataformas vistoriadas em 2013, além de outra fiscalizada em 2012

Um relatório do Ministério Público do Trabalho (MPT) afirma que a Petrobras tem de melhorar a manutenção de suas plataformas, para dar mais segurança de trabalho a seus funcionários e prevenir tragédias, de acordo com informações publicadas pelo jornal Folha de S. Paulo neste domingo.

O documento lista irregularidades nas cinco plataformas vistoriadas pelo MPT em 2013, além de outra fiscalizada em 2012.

Entre os problemas encontrados nas plataformas, o MPT aponta descontrole sobre emissão de gases, rotas de fugas mal delineadas, despejo de dejetos sem tratamento no mar, botes salva-vidas de má qualidade, ferrugem acentuada, controle de manutenção deficiente e jornadas excessivas de trabalho de profissionais de saúde.

As vistorias são feitas em parceira com Marinha, ANP (Agência Nacional de Petróleo e Derivados), Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Ibama e Ministério do Trabalho.

Desde novembro, o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense registrou três casos de vazamento de gases em plataformas da Petrobras, causando incêndios nas plataformas P-62 e P-20 ? lançadas ao mar inacabadas ? e explosão na P-55.

Segundo o jornal, a Petrobras disse que está ?implementando melhorias em práticas de inspeção e de manutenção das plataformas.?

Fonte: Terra