Edição especial da Charlie Hebdo tem Deus de fuzil e sujo de sangue

A edição é em referência a um ano do atentado que matou 12 pessoas.

O jornal Charlie Hebdo não cansa de polemizar mesmo tendo sido alvo de ataques terroristas no ano passado que matou 12 pessoas dentro da redação. Para ilustrar um ano do ataque, os jornalistas escolheram na sua capa a figura de um Deus com barbas e um cabelo grande levando um fuzil nas costas e a roupa suja de sangue.

A edição especial que contém 32 páginas terá várias caricaturas dos cartunistas que morreram no ataque e dos que integram atualmente a redação, além de mensagens de apoio.  Todo o material será lançado nesta quarta-feira com um milhão de exemplares.

O Charlie Hebdo afirmou que já recebeu muitas encomendas do número especial de outros países, incluindo 50 mil exemplares para a Alemanha. Atualmente, a publicação vende cerca de 10 mil cópias internacionalmente e aproximadamente 100 mil nas bancas franceses.

Revista Charlie Hebdo (Crédito: Reprodução)
Revista Charlie Hebdo (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Brasil Post