Após acidente com morte, Eike Batista diz no Twitter que imprudência não foi do filho

Após acidente com morte, Eike Batista diz no Twitter que imprudência não foi do filho

Empresário lamenta atropelamento que provocou a morte de ciclista.



O empresário Eike Batista usou o Twitter na tarde deste domingo (18) para defender o filho Thor de Oliveira Fuhrken Batista, que atropelou um ciclista na noite de sábado (17). "Infelizmente aconteceu um acidente fatal. Porém, a imprudência não foi de Thor".

Pouco antes, Eike escreveu lamentando "profundamente" pelo acidente e se solidarizando com os parentes da vítima. "Minha solidariedade à família e meu compromisso de que toda a assistência necessária será prestada", postou Eike no Twitter, garantindo também que o filho irá prestar depoimento no decorrer da semana.

Eike Batista disse ainda que Thor estava na velocidade permitida, fez teste do bafômetro e prestou esclarecimentos no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O empresário Thor de Oliveira Fuhrken Batista, 20 anos, filho mais velho de Eike Batista, atropelou e matou o ciclista Wanderson Pereira dos Santos, 30 anos, na Rodovia Washington Luís (BR-040), na altura de Xerém, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na noite de sábado.

O acidente aconteceu na pista sentido Rio, na descida da serra. Thor dirigia uma Mercedes-Benz SLR McLaren prata, placa EIK-0063, ano 2006.

A família do ciclista diz que ele não atravessava a pista, como alega Thor, mas que ele pedalava pelo acostamento.

O caso foi registrado na 61ª Delegacia de Polícia (Xerém) como homicídio culposo provocado por atropelamento. A Polícia Civil informou que vai investigar as circunstâncias do atropelamento. Thor foi intimado a depor na próxima quinta-feira (22) e, segundo a polícia, ele pode ser indiciado. Além dele, a tia da vítima também deve ser ouvida nos próximos dias.

Fonte: G1