Em carro aberto, caixão de Eduardo Campos segue acompanhado de 160 mil pessoas

Todos se despedem de Eduardo Campos com emoção

Começou às 16h30min o cortejo que leva o corpo de Eduardo Campos do Palácio do Campo das Princesas até o cemitério Santo Amaro, em Recife. A previsão inicial era que o corpo do candidato à Presidência pelo PSB e ex-governador de Pernambuco, morto na última quarta-feira em queda de aeronave, fosse enterrado às 17h — o que não se confirmou. Um grande número de pessoas acompanha a cerimônia. Às 18h, o corpo chegou ao cemitério.


O caixão foi colocado em cima de um caminhão do Corpo de Bombeiros, que faz o deslocamento de dois quilômetros pelo Centro Histórico de Recife. Sobre o veículo, também estão familiares de Campos — filhos, a esposa Renata, e a mãe, Ana Arraes, e o irmão, Antônio Campos —, a vice na chapa do PSB, Marina Silva, e o candidato ao governo pernambucano pelo PSB, Paulo Câmara.

As ruas da cidade pelas quais o cortejo passa foram fechadas para o trânsito e estão tomadas por uma multidão que presta sua homenagem ao político. Comovidas, as pessoas gritam e batem palmas. Às 16h45min, o caminhão começou o trajeto lentamente, com dificuldades para se deslocar em meio à aglomeração. Às 17h30min, ouviam-se estouros de foguetes nas proximidades do cemitério.




Mais cedo, a missa campal em homenagem a Campos reuniu autoridades com a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula, e o candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves. Celebrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, a cerimônia durou cerca de duas horas. Conforme a polícia, 160 mil pessoas passaram pelas homenagens, e caravanas chegaram a ser organizadas do interior do Estado para acompanhar o velório.

 

Durante a tarde deste domingo, a fila para se despedir do ex-governador chegou a três quilômetros. A mãe de Campos, em resposta às milhares de mensagens recebidas, declarou:

— Estou em paz.

A viúva do político, Renata Campos, disse:

— Obrigada minha gente. Obrigada.

Antes do início do deslocamento, foi cantada a música Amigo, e a letra "você meu amigo de fé, meu irmão camarada" emocionou o público. No cemitério, pessoas se aglomeram até em cima das árvores.

Fonte: clicrbs