Em mutirão, HGV realiza 67 cirurgias no feriado prolongado

Mutirões já beneficiaram 1.300 pacientes em pouco mais de um ano

O Hospital Getúlio Vargas (HGV) promoveu mais um mutirão nesta terça-feira (15), feriado da Proclamação da República. Foram beneficiadas 50 pessoas em duas especialidades; trinta em oftalmologia (catarata) e vinte em otorrinolaringologia (amígdalas e adenóide). Nessa segunda-feira (14), dezessete pacientes já haviam sido atendidos nas áreas de ortopedia, urologia, ginecologia e cirurgia geral. No total, 67 pessoas passaram por procedimentos cirúrgicos na segunda-feira de ponto facultativo e no feriado desta terça.

Segundo Clara Leal, diretora-geral do HGV, os mutirões já estão incorporados à rotina do hospital e beneficiaram mais de 1.300 pacientes em pouco mais de um ano.

"Fazemos mutirões praticamente todos os sábados e feriados. Essas ações ocorrem conforme orientação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), com o objetivo de reduzir o tempo de espera e, assim, melhorar a qualidade de vida das pessoas que aguardam por procedimento cirúrgico", afirma a diretora.

Uma das pessoas beneficiadas foi a aposentada Maria Alves, 70 anos, que passou por cirurgia de catarata. A filha dela, a dona de casa Gardênia Alves, conta que, devido à doença, a mãe apresentava dificuldades para enxergar dos dois olhos. "Sei que agora tudo será diferente para minha mãe. Pois antes, até mesmo tarefas consideradas simples, eram difíceis dela realizar", comemorou Gardênia.

Participaram do mutirão, na segunda-feira, os cirurgiões Gonçalo Vilarinho (urologista), Pedro Vitor (ginecologista), Carlos Renato (cirurgia geral); além de Wilson Rodrigues, Francisco das Chagas e Durval Leal (ortopedistas)

Nesta terça, participaram os cirurgiões oftalmológicos José Herculano, Alessandra Silveira e Namir Santos. E na área de otorrinolarigologia, os cirurgiões Erich Gustavo e Hardynn Tavares.


Mutirão de cirurgias no HGV  (Crédito: Reprodução)
Mutirão de cirurgias no HGV (Crédito: Reprodução)


Fonte: Portal Meio Norte