Protesto: Prefeitura fecha as portas por crise financeira

A população se reuniu em uma ação solidária ao protesto do Prefeito Municipal

A prefeitura Municipal de São Raimundo Nonato em protesto pela profunda crise financeira que os municípios estão enfrentando fechou as portas e funcionários cruzaram os braços nesta sexta-feira, 11 de abril.

Enquanto o Prefeito Avelar Ferreira participava de uma grande mobilização de prefeitos na Associação Piauiense de Municípios (APPM), funcionários do município se reuniram em frente à Prefeitura Municipal de São Raimundo Nonato, em uma ação solidária ao protesto do Prefeito Municipal que busca uma saída viável para a caótica situação do município.

Em forma de protesto e em adesão ao movimento encabeçado pela APPM e CNM, o Prefeito Avelar Ferreira baixou Decreto de nº 023/2014 de 8 de abril de 2014, tornando ponto facultativo o dia 11 de abril de 2014 e promoveu uma paralisação das atividades da Administração Municipal nesta sexta-feira. O Prefeito decretou ponto facultativo aos servidores municipais, exceto os serviços essenciais da Educação, Saúde, Limpeza Urbana e Assistência Social.


Em um ato de protesto Prefeitura de São Raimundo Nonato fechou as portas nesta sexta-feira

Na pauta do protesto os prefeitos municipais reivindicam do Governo Federal um acréscimo de 2% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), desonerações, limite de gastos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), Royalties do petróleo, precatórios, entre outros assuntos que estão tornando as administrações municipais inviáveis.

Fonte: Ascom