Emgerpi realiza obras em ritmo acelerado em São João do Piauí para o I Festival da Uva

Firmou convênio com a Secretaria do Meio Ambiente para execução das obras

As obras que estão sendo executadas pela Emgerpi (Empresa de Gestão de Recursos do Piauí) na cidade de São João do Piauí estão em ritmo acelerado. A cidade está sendo preparada para receber os turistas para o I Festival da Uva, que vai mostrar o potencial frutífero e atrair investimentos para esta região do semi-árido piauiense.

A Emgerpi, responsável pela recuperação, urbanização e arborização da Barragem do Jenipapo, localizada na cidade, firmou convênio com a Secretaria do Meio Ambiente para execução das obras. No momento, São João do Piauí é um canteiro de obras. As praças, a sede do Emater, o campo de pouso, a AABB e a rodoviária do município são alguns dos locais onde há homens trabalhando para garantir que as obras sejam entregues no prazo. ?As obras vão ficar prontas a tempo?, afirma Paulo César, empregado da Emgerpi, encarregado da vistoria dos trabalhos na cidade.

Nas praças está sendo feito um trabalho de reconstrução do piso, assentamento de bancos, capina e pintura. Outro local beneficiado com as reformas é a Rodoviária Manuel Antunes Ribeiro, onde foi revista toda a instalação elétrica interna e externa e criada uma rede de esgotos.

Na barragem da cidade, que funciona como balneário para os habitantes, há um grupo de 14 homens trabalhando na reforma, onde está sendo feita também a ampliação nas cozinhas dos estabelecimentos alojados na barragem, para um melhor atendimento de seus frequentadores. Os eventos esportivos realizados durante o festival acontecerão na AABB. As obras estão em fase de finalização

A Fundac, órgão responsável pela programação do I Festival da Uva, preparou uma vasta e diversificada programação, com palestras, exposições, oficinas e muita música, priorizando sempre a cultura piauiense e os artistas da terra.

Executando obras que melhorem a estrutura física do Estado, a Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi) colabora com a construção de uma identidade cultural do povo piauiense.

Fonte: CCOM