Empresa acerta voos para Parnaíba e analisa São Raimundo Nonato

De acordo com Décio Marlon, os voos para Parnaíba serão diários em aeronaves com capacidade para 30 lugares. Atualmente, a SETE realiza voos de Teresina a São Luís.


Uma companhia aérea apresentou ao Governo do Estado uma proposta para operar em Parnaíba a partir de junho. A pedido do governador Wellington Dias (PT), a empresa também estuda a implantação de voos para São Raimundo Nonato. O assunto foi tratado em uma reunião no Palácio de Karnak na quinta-feira (5).

Além do governador, o encontro contou com a participação do diretor comercial da SETE, Décio Marlon, do prefeito de Parnaíba, Florentino Neto (PT), do deputado estadual Júlio Arcoverde (PP) e de autoridades ligadas ao turismo. De acordo com Décio Marlon, os voos para Parnaíba serão diários em aeronaves com capacidade para 30 lugares. Atualmente, a SETE realiza voos de Teresina a São Luís. O objetivo da empresa é inserir a cidade litorânea no roteiro Belém - São Luís - Parnaíba - Teresina - Imperatriz. “A nossa intenção é iniciarmos esses voos para Parnaíba no mês de junho. O governador se mostrou interessado e nós vamos dar continuidade”, disse.

Além da rota para o litoral, a empresa apresentou proposta de uma linha interligando os municípios de Teresina, Picos, Floriano, Carolina e Imperatriz, sendo os dois últimos no Maranhão. Durante a reunião, o Wellington Dias afirmou que as condições dos aeroportos de Picos e Floriano serão melhoradas e pediu um estudo para a implantação de voo em São Raimundo Nonato.

“Há uma negociação que apresentamos para que a gente possa viabilizar a SETE também num voo para São Raimundo Nonato. Recebemos agora o último relatório da Anac e estaremos até o mês de março garantindo as obras, a sinalização, enfim, alguns pontos que foram recomendado solução. O aeroporto está pronto. Estamos recebendo o que faltava de equipamentos e a nossa meta é que a SETE possa incluir numa rota dela Teresina em direção a São Raimundo Nonato”, afirmou o governador.

Segundo Décio Marlon, um levantamento sobre a viabilidade dos voos será enviado ao Governo do Estado nos próximos dias. “Nós ficamos contentes com a receptividade do governador Wellington Dias e os parceiros e na próxima semana estaremos encaminhando esse estudo”, finalizou.

Fonte: CCO