Empresa italiana de energia quer comprar a Eletrobras Piauí

Crise econômica e politica no Brasil não afeta os planos

A crise econômica e politica no Brasil não afeta os planos da multinacional de energia italiana Enel, que vê oportunidades de investimento no país e pretende entrar na disputa pelas distribuidoras da Eletrobras em processo de privatização.

O presidente global da Enel, Francesco Starace, afirmou que prevê investimentos de R$ 14 bilhões no Brasil.

Starace não especificou em que o dinheiro será aplicado, mas uma parte deve ser destinada à disputa pelas distribuidoras da Eletrobras.

No Brasil, a Enel é dona das distribuidoras de energia Coelce e Ampla.

Starace confirmou que a Enel tem interesse em mais de uma distribuidora de energia no processo de privatização de parte da Eletrobras. Além da Celg, de Goiás, devem ser colocadas à venda distribuidoras como Eletroacre, Ceal e Cepisa.

Fonte: Folha