Empresária diz ter achado camisinha em extrato de tomate

A Cargill, fabricante do produto, informou que a consumidora não contatou a empresa para relatar o ocorrido

A empresária Maria Luiza Lopes Martins, de 32 anos, afirma que teve uma desagradável surpresa quando preparava o jantar para os amigos. Segundo ela, havia uma camisinha dentro da lata do extrato de tomate Elefante que utilizava para temperar o macarrão. O caso aconteceu no último sábado (20) em Caarapó, a 273 km de Campo Grande, e foi registrado na polícia nessa segunda-feira (22).

A Cargill, fabricante do produto, informou que a consumidora não contatou a empresa para relatar o ocorrido e entregar amostra para análise.

Maria Luiza afirmou que comprou o produto em um mercado da cidade para preparar a macarronada em comemoração ao aniversário do filho. ?Eu temperei um pouco do macarrão, experimentei para ver se estava bom e falei para minha vizinha experimentar também. Ela falou para eu colocar mais um pouco do extrato e, quando fui colocar, achei a camisinha?, relatou.

Veja, na íntegra, a nota da Cargill sobre o caso:

Até o momento, a consumidora de Caarapó (MS) não contatou a empresa para relatar o ocorrido e entregar amostra do produto para análise.

A empresa reitera seu compromisso com a segurança alimentar e seus padrões de higiene e qualidade. Além disso, trabalha continuamente para aperfeiçoar seus rígidos padrões de qualidade em sua fábrica de processamento de tomates em Goiânia, os quais são diariamente monitorados por equipes especializadas, com o objetivo de avaliar os processos de fabricação, implementação de inovações e melhorias, independentemente de quaisquer exigências formais.


Empresária diz ter achado camisinha em extrato de tomate

Fonte: G1