Enem: inscrições começam antes do previsto; saiba mais!

A taxa de inscrição é de R$ 35, e o pagamento deve ser efetuado até 20 de junho

Já estão abertas as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2012. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) antecipou em alguns minutos o período de registro, previsto para começar apenas às 10h desta segunda-feira. As provas serão aplicadas nos dias 3 e 4 de novembro e espera-se um número recorde de inscritos, com mais de 6 milhões de candidatos. As inscrições devem ser feitas no site http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricao/.

A taxa de inscrição é de R$ 35, e o pagamento deve ser efetuado até 20 de junho. São isentos da taxa alunos de escolas públicas que estejam concluindo o ensino médio em 2012. Para isso, a escola deve estar cadastrada no censo escolar da educação básica e o candidato deve fazer a comunicação no ato da inscrição. Também estão isentos de pagamento aqueles que declararem carência socioeconômica (membros de família de baixa renda) ou estiverem em situação de vulnerabilidade socioeconômica. O pedido de isenção do pagamento da taxa somente poderá ser feito por meio do sistema de inscrição.

Desde 2009, o exame ganhou importância porque passou a ser usado por instituições públicas de ensino superior como critério de seleção em substituição aos vestibulares tradicionais. O Enem também é pré-requisito para quem quer participar de programas de acesso ao ensino superior e de financiamento público, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e as bolsas de estudo no exterior do Ciência sem Fronteira.

No primeiro dia do exame, sábado, os participantes terão quatro horas e meia para responder às questões de ciências humanas e da natureza. No domingo, será a vez das provas de matemática e linguagens, além da redação, com um total de cinco horas e meia de duração. A divulgação do gabarito está prevista para o dia 7 de novembro, e o resultado final deve sair em 28 de dezembro.

Para 2012, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) anunciou mudanças nos critérios de correção da redação com o objetivo de tornar o processo mais objetivo e reduzir a margem de erros. O edital com todos os detalhes do exame foi publicado na sexta-feira no Diário Oficial da União.

Fonte: Terra