Enfermeira aplica vacina errada em bebê

Criança de cinco meses não teve complicações de saúde e passa bem

A mãe de um bebê de cinco meses afirma que uma enfermeira errou ao aplicar a vacina na criança em um hospital de Brasília, no Distrito Federal. Segundo ela, a profissional escreveu um bilhete no cartão de vacinas explicando que, em vez de aplicar a dose contra meningite-C, deu ao bebê a vacina pneumo-10.

Mesmo com o erro, o bebê não teve complicações de saúde e passa bem. Em São Paulo, o erro de uma auxiliar de enfermagem, que injetou vaselina no lugar de soro fisiológico, causou a morte de uma menina de 12 anos.

No caso paulista, a funcionária confessou o erro e foi indiciada por homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

Fonte: g1, www.g1.com.br