Escola de Cocal dos Alves recebe maior número de medalhas de ouro

O ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro participou do evento

Image title


A Escola de Ensino Médio Augustinho Brandão, de Cocal dos Alves, cidade com 5,5 mil habitantes e localizada a 300 Km de Teresina, faturou o maior número de medalhas de ouro na cerimônia nacional de premiação da 10ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep 2014). Ao todos foram três medalhas conquistadas.

O evento aconteceu na tarde desta segunda-feira (20) e contou com a participação do ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro.

Image title


A escola Augustinho Brandão já ganhou mais de 150 medalhas e menções honrosas. Só em 2015 foram 3 medalhas de ouro, 8 de prata e 5 de bronze. A escola está entre as que mandam mais alunos para a Universidade Federal do Piauí.

Image title


O estudante piauiense Sávio, que já ganhou medalha de ouro pela segunda vez afirmou que ficou muito emocionado. ‘’É uma coisa sem igual’’, afirmou.

Image title


O professor Antônio Cardoso do Amaral recebeu uma homenagem especial durante a Obmep 2014. Com seu conhecimento e dedicação, ele é o grande responsável por transformar a educação de Cocal dos Alves.

‘’Nós preparamos os alunos não só para as competições, mas também para a vida, porque a escola é uma simulação da vida real e é o lugar onde ele (aluno) pode errar e a gente pode melhorá-lo no momento certo’’.

“Pra mim as Olimpíadas de Matemática foi o evento mais importante de educação que eu pude participar, porque ela nos ajudou a promover muitos dos sonhos que nos tínhamos. Todos os meninos que vem participar são bem acolhidos. E inclusive nos dão respaldo com uma boa premiação, que inclusive é o futuro deles. Nós estamos muito gratos por isso’’, finalizou Amaral.

Image title


Com as aulas do professor Amaral, seu filho também ganhou medalha. ‘’Ele dá mais impulso e força para a gente ganhar.

Foram premiados 6.501 alunos com medalhas, sendo 501 de ouro, 1.500 de prata e 4.500 de bronze. Mais de 5 mil municípios brasileiros estiveram na disputa, com cerca de 18 milhões de estudantes matriculados em aproximadamente 46 mil escolas públicas.

“Trata-se de uma grande festa da inteligência. Temos que nos convencer de que a inteligência é algo leve, que deve ser festejado. Matemática requer disciplina, mas também é imaginação. Vocês estão tendo aqui o reconhecimento da sua imaginação e inteligência”, disse Janine Ribeiro em seu discurso.

Diante dos alunos, o ministro também falou sobre o futuro e parabenizou o esforço de cada um. “Esse mundo que se abre diante de vocês não é trivial. Orgulhem-se muito da historia de vida que vocês já têm”, disse. E completou: “Quanto mais o país for justo e der oportunidades, mais livres os alunos serão para escolher caminhos.”.

Além de Janine Ribeiro, também estiveram presentes à mesa a presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), professora Helena Nader; o presidente da Academia Brasileira de Ciências, professor Jacob Palis; o coordenador-geral da Obmep, Claudio Landim; o presidente da Sociedade Brasileira de Matemática, professor Marcelo Viana; o diretor-geral do Instituto de Matemática Pura e Aplicada, César Camacho; o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo.

Além de uma olimpíada, a Obmep se tornou um projeto de aprendizagem da matemática nas escolas públicas e mecanismo de inclusão social para revelar novos talentos. O evento é realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada, com apoio do MEC e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).Os resultados completos serão divulgados na página oficial da Olimpíada.

Image title

Image title


Fonte: Portal Meio Norte