Escola particular pinta crianças de preto e gera polêmica; detalhes

Depois da repercussão 'negativa', a escola apagou o post.

Uma escola particular, localizada no bairro São Bento, região Centro-Sul de Belo Horizonte, tomou uma medida que não foi bem aceita nas redes sociais. Quatro alunos da instituição, todos de 4 anos, foram pintados de preto para que vivenciassem a experiência de serem negros. 

A legenda do post, feito em uma rede social, dizia assim: “Essa semana a criançada experimentou ter uma cor diferente. Com tinta apropriada, pintamos nossos corpinhos e passamos a tarde vivenciando ter a cor negra. Foi um experimento estético muito interessante para a meninada”.

Nos comentários da postagem, no entanto, choveram criticas em que acusavam a escola de 'racismo':  “Atividade racista! Blackface! Não consigo acreditar que vocês viram isso como algo positivo. Não vou questionar como as crianças negras foram pintadas porque visivelmente não tinha nenhuma”, comentou um.

“Fiquei atônito com o nível de consciência sobre os assuntos étnico-raciais apresentados pelos pedagogos colonizados dessa instituição e EXIJO um pedido de desculpas muito bem detalhado sobre mais um ato racista fantasiado de processo pedagógico”,publicou outro.

A responsável pela atividade alegou que a atividade de 'se pintar' é feita frequentemente.“As crianças se pintaram, sempre se pintam. Essa foi uma experiência estética para se ver de outra cor. Eles (os alunos) chegaram e disseram: ‘Mudamos de cor’”, disse a professora responsável pela atividade.

Depois da repercussão 'negativa', a escola apagou o post. 

Image title


Fonte: Com informações do IG