Escolas terão software para combater a evasão em THE

A medida também tem como objetivo melhorar o processo de ensino-aprendizagem

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA TERÇA-FEIRA (08) DO JORNAL MEIO NORTE

Na luta para diminuir os índices de evasão escolar uma novidade desponta como principal aliada, a Prefeitura de Teresina (PMT) anunciou que irá implantar um método de monitoramento diferenciado, onde a tecnologia se destaca. A partir de agosto, cerca de 60 unidades de ensino da rede municipal utilizarão o software MobiEduca.Me, que funcionará de modo estratégico, comunicando imediatamente aos pais ou responsáveis a ausência dos filhos na aula. A medida também tem como objetivo melhorar o processo de ensino-aprendizagem, já que comprova-se um melhor desempenho nos estudantes que frequentam regularmente a escola.

O projeto beneficiará quase 31 mil alunos, o foco agora está na ampliação. ?Pretendemos inserir em todas as unidades que possuem acesso à internet. Nesse universo são 100, portanto, já começamos com 60% de cobertura?, garante o secretário de educação Kleber Montezuma. O sonho, porém, é atingir uma meta ainda mais ousada, contudo, o plano esbarra em um grave empecilho. ?Teresina tem um problema seríssimo de conectividade, tanto que dois terços das escolas não possuem conexão?, destaca.

Para o gestor, a importância do uso da tecnologia relaciona-se com a possibilidade da melhoria do desempenho. ?Os estudos apontam que a frequência está ligada a esse fator, portanto devemos monitorar e incentivar o comparecimento?, afirma Montezuma. O MobiEduca. Me é integrado ao celular dos pais ou responsáveis, que serão notificados diariamente por mensagem de texto no celular sobre a rotina escolar, evitando faltas injustificadas e convidando a família para a participação direta na vida acadêmica de seus filhos. ?Ele é instalado no computador da escola e os alunos receberão um cartão e obviamente o aluno que não chegar, o nome ficará em branco?, limita.

Fonte: Francy Teixeira