BR: Estudante comparado ao "Félix da novela" mudará de escola, afirma mãe

Aluno de Piracicaba voltou à aula nesta 5ª e ficou constrangido, afirmou

O aluno da escola estadual de Piracicaba (SP) que foi comparado pela professora ao personagem Félix, da novela da Rede Globo "Amor à Vida", vai mudar de escola para fugir dos comentários de colegas, segundo a mãe do garoto de 11 anos. A comparação aconteceu nesta quarta-feira (7) na Escola Estadual Professora Juracy Neves de Mello Ferracciú, no bairro Noiva da Colina, e virou caso de polícia depois que a mãe registrou um boletim de ocorrência por injúria.


Estudante comparado ao

Segundo a mulher, uma despachante de 36 anos, o garoto voltou das férias de julho usando óculos e a professora de geografia disse que ele parecia com alguém que ela "não podia dizer o nome". Um dos colegas teria dito o nome de Félix, a professora confirmou e os demais alunos riram até que o menino começou a chorar, de acordo com a mãe. Félix, personagem interpretado por Mateus Solano, é um vilão gay da novela das 21h. A comparação teria ofendido o aluno.

Nesta quinta-feira (8), a despachante afirmou que o garoto se sentiu constrangido ao voltar à sala de aula. "Até os garotos da manhã souberam da história e vou ter que tirar o meu filho da escola. Vou ver o que poderá ser feito", afirmou.

Ela pretende procurar ainda a Diretoria Regional de Ensino para relatar o ocorrido e tentar encaixar o filho em outra escola da cidade. Uma reunião com a diretora da escola também está marcada para a próxima segunda-feira (12).

Bullying e trauma

O garoto perdeu o pai há cinco anos e a proximidade do Dia dos Pais, segundo a mãe, pode ter potencializado o problema. "Ele já tem esse trauma e agora teve este episódio na escola para criar mais uma situação ruim", afirmou a mãe.

Ainda de acordo com ela, não haveria problema e preconceito caso o filho dissesse que é homossexual, como o personagem de Solano na novela. "Ele é apenas uma criança e eu continuaria o amando da mesma forma se ele fosse gay", disse a despachante, que afirmou em seguida que "o garoto já tem até namoradinhas".

Resposta do Estado


Estudante comparado ao

A Diretoria Regional de Ensino de Piracicaba, por meio da assessoria de imprensa, informou que lamenta o mal entendido registrado na unidade e afirmou ainda que foram tomadas as providências para que o caso seja esclarecido.

A administração regional informou também que se reuniu nesta quinta com a mãe do estudante e agendou para a próxima segunda-feira (12) um encontro de conciliação entre o aluno, a responsável, a professora e a direção da escola. "Os colegas de sala também participarão de uma atividade que tem como objetivo esclarecer o mal entendido e reforçar a importância do respeito mútuo", diz a nota.

Fonte: G1