Estuprador de cão é absolvido por juiz que considerou animal um “simples vira-lata”

O fato acabou ganhando uma campanha generalizada no país, que se mobilizou nas redes sociais para defender o animal.

A absolvição de um homem acusado de estuprar um cão causou um clamor generalizado e levou a uma campanha nas redes sociais, onde os ativistas dos direitos dos animais mostraram revolta com a descrição do juiz sobre o cão, o chamando de vira-lata.

Os defensores dos direitos dos animais, membros de ONGs e representantes da oposição do Partido Republicano do Povo na Turquia, compareceram ao julgamento onde um réu, que não foi à audiência, acabou absolvido contra todas as acusações de estuprar um cão, apesar de vídeos provarem o incidente.

Ativistas denunciaram o veredito, alegando que ele “não tem bases legais e “é um reflexo de políticas patriarcais que legitimam estupro do estado”. Eles também se irritaram quando o juiz Haci Ibrahim Boynukara perguntou: “Quem é o dono do vira-lata?”

O fato acabou ganhando uma campanha generalizada no país, que se mobilizou nas redes sociais para defender o animal.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Gadoo