Rapaz encontra menina desaparecida: "Eu me sinto um pouco herói"

Rapaz encontra menina desaparecida: "Eu me sinto um pouco herói"

Brenda Gabriela foi vista no colo de um homem no Centro de SP

O repositor Alex Ramos de Carvalho afirmou que se sente ?um pouco herói? por ter ajudado a mãe a reencontrar Brenda Gabriela, que desapareceu durante um evento religioso no Centro de São Paulo, há duas semanas. Ele, que é vizinho da família, viu a menina de 4 anos no colo de um homem enquanto passavam na frente de um doceria na Rua Vergueiro, na Liberdade, no Centro de São Paulo, na tarde de segunda-feira (25).

?Deus enviou ele. Deus sabe todas as coisas?, disse a mãe da menina, Geiza Mari Silva. A menina estava com uma marca na perna e o cabelo mais curto do que no dia em que desapareceu durante evento da Igreja Pentecostal Deus é Amor. De acordo com Geiza, Brenda relatou maus tratos. Nesta terça-feira (26), Brenda foi levada para o hospital Pérola Byington para ser examinada e deve passar por exames médicos e psicológicos que devem constatar se ela foi vítima de abuso sexual. O estado de saúde dela é bom e, inicialmente, não causa preocupação.

Quando viu a garota na tarde de segunda-feira, ele afirmou que tinha dúvidas sobre a identidade da menina. ?Não tive tanta certeza no começo. Quando o cara correu e eu perguntei se ela chamava Brenda, e ela balançou a cabeça, aí eu tive mais certeza. [A sensação de ter encontrado a Brenda é de ser] um pouco herói ?, disse.


?Eu me sinto um pouco herói?, diz rapaz que achou garota desaparecida

Alex Ramos e a mãe de Brenda, Geiza Maria (Foto: Reprodução)

A polícia já sabe que o homem que estava com a garota no colo é um morador de rua, mas ele ainda não foi localizado. Quando foi abordado por Alex, ele tentou despistá-lo. Ele disse que era pai de Brenda e que o registro de nascimento da garota estava dentro da sua carroça. Ele disse que iria buscar o documento e acabou fugindo. Clientes de uma lanchonete ainda tentaram pegá-lo, mas não conseguiram.

Nesta terça, a polícia encontrou a carroça em uma rua a duas quadras da lanchonete. Nela ainda estavam o cobertor rosa e uma mamadeira que pode ter sido usado pela menina.

Fonte: G1