Ex-marido poderia ter salvo Amy Winehouse, diz pai de Blake

O músico, porém, está preso e só deixará a prisão em março de 2012.



Blake Fielder-Civil, ex-marido de Amy Winehouse e que cumpre pena de 32 meses por roubo e posse de imitação de arma de fogo, poderia ter salvo a cantora da morte. Pelo menos foi o que garantiu o pai de Blake, Larry Fielder, ao site "TMZ".

De acordo com Larry, o filho está angustiado porque de fato acredita que poderia ter ajudado Amy. Para ele, Blake conhecia mais do que ninguém a profundidade do vício de Amy nas drogas e estava planejando se tratar junto com a cantora quando saísse da prisão, já que também é consumidor de drogas. Mas o problema é que ele cumpre pena até março de 2012.

Larry revelou, também, que pouco depois de saber da morte da ex-mulher, Blake ligou para ele chorando compulsivamente. Nesta terça-feira, 26, Blake Fielder-Civil foi proibido de deixar a prisão para acompanhar o velório de Amy.

Fonte: Ego, www.ego.com.br