Ex-vereador morre em grave acidente entre motos no PI

Condutor da moto que bateu no vereador fugiu do local e não prestou socorro

O ex-vereador de Uruçuí, Modesto Marinho da Silva, 69 anos, residente no bairro Água Branca, em Uruçuí, faleceu na tarde de ontem em Teresina. Modesto Marinho havia sofrido um grave acidente por volta das 10hs da manhã do ultimo sábado (12) na Rua Coronel Rogério José de Carvalho, mais precisamente na esquina da escola estadual Manoel Leal.



Entenda o fato

O acidente aconteceu quando a vitima, ex-vereador Modesto Marinho, acabava de pegar uma carona com sua filha, Delzira Messias Marinho, 29 anos. Seu Modesto havia subido na garupa da moto (Honda Biz) a uns 100 metros antes do local do acidente. Segundo Delzira Messias, ela havia dado o sinal de alerta que iria dobrar no sentido da esquerda para entrar na Rua do colégio Chapeuzinho Vermelho, quando de repente, ela e seu pai Modesto Marinho, foram atingidos por uma outra moto (Honda Biz) que era conduzida por um rapaz conhecido por Tiago, que é agente de Transito em Uruçuí.

Delzira disse ainda que tudo aconteceu muito rápido e que não viu nada, apenas quando se levantou da queda, viu seu pai caído no chão desacordado. Delzira disse que logo ficou chocada com a cena e muitas pessoas que presenciaram o acidente, entre eles, muitos moto-taxistas, se aproximaram e chamaram o socorro.

Ambos foram levados para o Hospital de Uruçuí, que rapidamente fez os primeiros procedimentos de socorro, no entanto, seu Modesto Marinho teve que ser encaminhado para Floriano e, conseqüentemente para Teresina, aonde deu entrada no H.U.T e ficou até está quarta-feira na U.T.I.

Seu Modesto Marinho teve traumatismo crânio encefálico e ficou vivo sustentado através de aparelhos. A vitima fez vários exames, no entanto os médicos informaram que já não havia mais chances de sobrevivência para ele.

Ainda segundo a filha de Modesto Marinho, Delzira Messias, e algumas testemunhas, o condutor da moto que bateu neles, foi o Agente de Transito conhecido por Tiago, e que poderia está sob efeito de álcool, visto que várias testemunhas testificaram para os familiares da vitima que o Agente havia passado a madrugada bebendo na beira do rio, relataram. No momento do acidente o acusado não prestou socorro e está foragindo.

Delzira disse que fez o B.O (Boletim de Ocorrência) na delegacia de Uruçuí e relatou os fatos. A policia abrirá um inquérito policial para apurar os fatos e no B.O, segundo Delzira, foi declarando o fato como homicídio doloso, onde há intenção de matar. Nossa equipe procurou o acusado Tiago na cidade para o mesmo se defender, mas o mesmo não foi encontrado.

Os órgãos

A família autorizou que os órgãos do ex-vereador Modesto Marinho fossem doados, porem apenas o fígado estava em condições de doação, e esse foi dado a uma pessoa de Recife-PE.

Fonte: notíciasdeuruçuí