Exame confirma que africano internado no Rio de Janeiro não tem ebola

Exame confirma que africano internado no Rio de Janeiro não tem ebola

Africano internado na Fiocruz não está com ebola

Ministério da Saúde informou na manhã deste sábado (11), que o paciente Souleymane Bah, recém chegado da Guiné, não está com ebola, como autoridades sanitárias chegaram a suspeitar. Os exames, que deram resultado negativo, foram feitos pelo Instituto Evandro Chagas, em Belém, referência número um no assunto no país. O instituto terá ainda que fazer uma novo teste neste domingo, 48 horas após a coleta da primeira amostra de sangue, como determina o protocolo médico nesse caso. No entanto, as chances de um resultado diferente são consideradas remotas.

Segundo a pasta, o paciente está sem febre e seu estado de saúde é bom, mas ele seguirá internado no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI), da Fiocruz, até que o resultado do segundo exame seja divulgado. Caso este também seja negativo, as 64 pessoas que tiveram contato com Bah em Cascavel (PR), de onde ele foi transferido na manhã de sexta-feira para o Rio, e estavam sob observação, deixarão de ser acompanhadas.

A segunda amostra de sangue também será enviada para análise laboratorial no Instituto Evandro Chagas, no Pará.

O guineano chegou ao Brasil via Marrocos e desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, em 19 de setembro. Ele foi atendido na última quinta-feira na UPA de Cascavel, às 17h45m, relatando febre, tosse e dor de garganta iniciadas dois dias antes, portanto no limite do período de incubação do ebola.

Em nota, o Ministério da Saúde esclareceu “que adotou todos os procedimentos necessários para a interrupção de uma possível cadeia de transmissão do vírus. E adotou todos os procedimentos previstos no Regulamento Sanitário Internacional”.

Fonte: OGLOBO