Expansão da UAB no Piauí é meta do Governo do Estado

O programa implantado em 2008 está em fase de expansão. Atualmente, 14 novos polos passam por estruturação para serem implantados ainda este ano.

Expansão da UAB no Piauí é meta do Governo do Estado01/05/2015 por Michele FurtadoCom 36 polos de apoio presencial, 26 núcleos da Universidade Aberta do Brasil (UAB) em funcionamento e 30 em fase final de acabamento em diversos municípios piauienses, o Governo do Estado descentraliza e universaliza o ensino superior no Piauí.

O programa implantado em 2008 está em fase de expansão. Atualmente, 14 novos polos passam por estruturação para serem implantados ainda este ano. De acordo com o superintendente de Ensino Superior da Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc), Carlos Alberto, o programa foi implantado e já está funcionando em 36 municípios piauienses com laboratórios de informática e bibliotecas equipadas para assegurar ensino de superior qualidade. ?Até o fim do ano, atingiremos 144 cidades que sediarão polos ou núcleos da UAB e facilitarão o acesso ao ensino superior por parte das pessoas que residem no interior do Estado?, ressalta o superintendente.

Carlos Aberto afirma ainda que está sendo feita uma avaliação das condições de infraestrutura e funcionamento dos polos. "Hoje temos na rede mais de 20 mil alunos e estamos fazendo uma avaliação da oferta para melhorar as condições dos polos. Também estamos implementando novas ofertas para 2015, de maneira a atender as regiões onde os polos estão situados. A Seduc segue com o compromisso de expandir o ensino para o interior e com o apoio da sociedade continuaremos a ter resultados positivos", declara.

Uma novidade para este ano é que os municípios de Itainópolis, Palmeirais, Altos e Santa Cruz serão contemplados com polo de apoio presencial do programa Universidade Aberta.

Universidade Aberta

A UAB é um projeto criado pelo MEC em 2005, formado por instituições públicas de ensino superior que levam ensino de qualidade aos municípios brasileiros, que não têm oferta de cursos superiores ou que a demanda seja muito superior à oferta. Essa modalidade de ensino a distância utiliza-se dos meios e das novas tecnologias de informação e comunicação no processo de ensino-aprendizagem, com professores e alunos desenvolvendo atividades educativas em lugares e tempos diversos.

No Piauí, a expansão da UAB tem acontecido com grande êxito, com polos instalados em diversas regiões do Estado. A Seduc é responsável pela estruturação dos polos na adaptação dos espaços físicos para execução descentralizada de funções didáticas e administrativas.

Estrutura

Nesses polos foram construídos laboratórios de ensino e pesquisa, de informática, bibliotecas, salas de tutoria, salas de aulas presenciais, secretarias e coordenações, bem como instalados recursos tecnológicos necessários ao funcionamento de cada um dos cursos ofertados. Os parceiros UFPI, Uespi e IFPI oferecem professores, tutores a distância e tutores presenciais para o desenvolvimento das atividades pedagógicas.

Fonte: SEDUC-PI